Policial civil acusado de extorsão a sacoleiros é afastado

Decisão foi publicada no Diário Oficial desta terça (24)

 

Um policial civil que atuava como investigador na Daiji (Delegacia de Atendimento a Infância, Juventude e Idoso) da cidade de Corumbá foi afastado de suas funções. A decisão foi publicada nesta terça-feira (24), no Diário Oficial do Estado.

O afastamento do policial se deu após ele ter sido acusado de extorsão a um grupo de sacoleiros, que contrabandeavam roupas da Bolívia para o Brasil.

Durante o inquérito instaurado pela Polícia Civil, foi apurada a conduta de improbidade administrativa, associação criminosa e prevaricação do servidor acusado de enriquecimento ilícito.

De acordo com o processo, ele e outros acusados ‘travestiram-se de bandidos e cometeram os crimes’. Em 2015, o policial tentou extorquir dois sacoleiros, que conseguiram fugir da extorsão. Ele teve de entregar o recolhimento de sua arma, carteira funcional, e acesso negado ao banco dados da polícia.

(Colaborou Ludyney Moura)

Mais notícias