Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Pela 2° vez, acusado de assassinato é absolvido pelo Tribunal do Júri

O júri acatou a tese da defesa de que João não é o autor do crime

O pintor João Samuel Cáceres, de 46 anos, foi absolvido novamente pelo assassinato de  Diony Miguel. João já havia sido julgado e  considerado inocente há 4 anos, mas como o Ministério Público não concordou com a sentença, a 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça anulou o julgamento.

Segundo a acusação, João, acompanhado de Jessé da Silva (falecido em 16 de junho de 2006) teria saído de uma festa,  invadido a casa da vítima , no bairro Parque do Sol, e matado Diony  com 5 tiros. Depois disso, os dois retornaram à confraternização. 

Testemunhas afirmaram que João portava uma arma no dia do crime.

De acordo com o processo, o Júri acatou a tese da defesa, de negativa de autoria, e absolveu o réu pelo crime de homicídio doloso. 

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...