Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Não foi infarto: idoso achado amarrado na cama teria sido assassinado

Estava amarrado com pelas mãos e pés

O idoso de 60 anos, Luís Sales Moreno, que foi encontrado em cima de sua cama amarrado pelos pés e mãos teria sido assassinado e não sofrido um infarto como desconfiava a família da vítima.

O Jornal Midiamax apurou e segundo informações extraoficiais, a morte por infarto teria sido descartada e Luís na realidade teria sido assassinado. Ele também teria sido encontrado amordaçado. O corpo foi localizado pela irmã, que preocupada com seu sumiço foi até a residência do idoso, no Bairro Buriti.

A família acreditava que Luís teria sofrido um infarto durante um ato sexual depois de tomar remédios para disfunção erétil. O idoso foi visto pela última vez pela mãe e irmã no domingo (7), quando as mulheres levaram comida para ele em sua casa.

Já na segunda-feira (8), a mãe voltou para levar comida para o filho e encontrou a porta trancada pelo lado de fora com cadeado deixando a comida em frente à porta. Nesta terça-feira (9), a irmã do idoso estranhou sua ausência e foi até sua casa, quando encontrou a comida ainda para o lado de fora.

Ela, então, resolveu olhar pela janela quando visualizou o corpo do idoso amarrado pelos pés em cima da cama.

De acordo com o delegado Edmilson Holler, várias linhas de investigação serão analisadas, sendo que uma delas seria a de latrocínio, já que na semana anterior Luís teria recebido o valor de R$ 1.500 de seu benefício de aposentadoria, e nenhum dinheiro foi encontrado no imóvel.

 

 

Você pode gostar também