Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Fiscal de prefeitura suspeito de cobrar propina é solto pela Justiça

Um fiscal da prefeitura de Coxim, cidade a 258 quilômetros de Campo Grande, preso na última segunda-feira (14) suspeito de cobrar propina foi solto pela Justiça nesta quarta-feira (16). Ele foi preso no momento em que receberia R$ 70 de uma mulher na gerência de Peojetos, processos de regularização fundiária. Ele foi proibido de se aproximar de seu local de trabalho.

O fiscal responde por concussão, que é o ato de exigir vantagem indevida em função do cargo que ocupa. A Procuradoria Geral do Município de Coxim pediu para a Polícia Civil abrir inquérito para apurar as denúncias. Junto com o pedido, o advogado Douglas Wagner van Spitzenbergen anexou mensagens trocadas entre o fiscal e suas vítimas, assim como recibos assinados por ele.

O funcionário público confessou na delegacia que cobrava os R$ 70. Porém, ele alegou que era por um serviço que ele fazia fora do horário de expediente, por conta própria. O procurador da prefeitura rebateu a informação dizendo que ele não poderia cobrar por esse serviço, pois já era remunerado para tal.

De acordo com o site Edição de Notícias, a Polícia Civil já identificou algumas pessoas vítimas do fiscal. Ele teria emitido boletos falsos, em nome da prefeitura e para outras passou recibos assinados por ele. Ao ser ouvido, o fiscal disse que cobrava essa taxa para dar entrada em procuração e custear seu combustível.

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...