Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Durante briga de família, PM é agredido e duas mulheres acabam detidas

Ex-mulher não queria devolver filha ao ex-marido

Duas mulheres, uma de 21, e a mãe, de 39, foram detidas após agredirem um PM (Polícia Militar) durante uma briga com o ex-marido. De acordo com o boletim de ocorrência, o caso aconteceu na tarde desta segunda-feira (12), no bairro Tiradentes, quando o homem tentava buscar a filha da casa da ex-mulher, com quem tem guarda compartilhada da criança.

A equipe da PM foi acionada até o local pelo pai da criança, que é de uma cidade do interior e deixou a filha na casa da ex-mulher para passar as férias em Campo Grande. Conforme o boletim de ocorrência, a mãe se recusou a entregar a criança.

Ao ser apresentado o documento à mãe, a mulher se recusou a entregar a filha e rasgou o papel que estava na mão do policial. De acordo com o boletim de ocorrência, após a atitude, foi dada voz de prisão à mulher, que resistiu a ação, chegando a morder e arranhar o braço do PM.

A mãe da mulher também tentou agredir a equipe policial, sendo utilizadas algemas para conter a moradora.  Além das duas mulheres, um menor de idade também teria confrontado a PM, mas depois desistiu. O PM apresentou ferimentos nos dedos, antebraço direito e dedo polegar, segundo o boletim.

De acordo com o boletim de ocorrência, as mulheres foram colocadas dentro da viatura, no compartimento de presos. A mais nova teria gritado que estava sendo agredida pelos policiais. Após ter sido postas no veículo, elas teriam ofendido os policiais.

A mulher retirou a criança da casa e se recusou a informar o paradeiro da mesma. O caso foi registrado como lesão corporal dolosa na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Piratininga.

Você pode gostar também