Cliente filma falta de bebida em festa ‘open bar’, perde o celular e apanha de seguranças

Foi expulso do local e reclama de dores pelo corpo

Poderia ser apenas mais uma noite de diversão e curtição, na companhia da esposa e da cunhada, mas para um homem de 32 anos, acabou em ‘mata leão’, socos, chutes e vários hematomas pelo corpo, na madrugada deste domingo (14), em Campo Grande. E o motivo? O Open Bar que acabou mais cedo do que o programado.

A agressão ocorreu por volta das 3h20, em uma casa noturna na rua Brilhante, na Vila Bandeirante, região sul da Capital. Segundo informações do boletim de ocorrência, tudo começou quando a casa decidiu encerrar o Open Bar, segundo a vítima, 40 minutos antes do que informava o convite.

Em um Open Bar, 40 minutos pode ser tempo demais. Indignado, o cliente começou a filmar o interior do local, quando foi abordado por seis seguranças, com um ‘mata leão’, golpeado com vários socos até que foi colocado para fora da boate.

Além das agressões, conforme a ocorrência, a vítima teve o celular confiscado pelos seguranças da casa noturna. Ele procurou a polícia, ainda durante a madrugada, com dores de cabeça, ferimentos nos lábios, face e pescoço. Toda a ação foi presenciada pelos familiares, que informaram, ter condições de reconhecer os agressores, caso os virem novamente.

O caso foi registrado como lesão corporal dolosa e furto simples na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. A reportagem tentou contato com os responsáveis pela casa noturna, mas as ligações não foram atendidas.

Mais notícias