Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Após ataques e explosões, população tem medo de ir ao banco em Chapadão

As duas agências estão interditadas e com todos os serviços suspensos

A população tenta voltar à rotina, mas o medo ainda toma conta dos moradores de Chapadão do Sul após duas agências bancárias, uma do Banco do Brasil e outra da Caixa Econômica Federal, serem invadidas por bandidos fortemente armados na madrugada desta quarta-feira (06).

Na manhã posterior ao ataque, mesmo com receio, alguns clientes foram até os bancos em busca de atendimento. Porém nenhum serviço está disponível.

“Estou com medo, mas a vida precisa seguir”, disse a vendedora de 36 anos, que foi à Agência do Banco do Brasil para tentar realizar um saque no caixa eletrônico.

“Infelizmente preciso urgentemente depositar dinheiro na minha conta, mas estou com muito medo de ir a qualquer banco depois do que aconteceu”, contou o prestador de serviços, Leonides Janine, de 58 anos.

Na cidade não existem caixas 24 horas. As agências mais próximas ficam em Costa Rica e Cassilândia, a 60 e 110 quilômetros de distância de Chapadão do Sul.

Segundo apurado pelo Jornal Midiamax, 20% de todo o montante de dinheiro do Banco do Brasil foi roubado. Mais de 1 milhão de reais podem ter sido levados das agências, que foram reabastecidas com malotes de dinheiro, na última segunda-feira (04).

As duas agências estão interditadas sem previsão de retorno ao atendimento. Na Caixa Econômica Federal, todas as janelas e portas foram destruídas pelas bombas jogadas pelos criminosos.

No Banco do Brasil, a parte dos fundos da agência foi mais atingida pelos explosivos. Segundo a Polícia Civil é possível que a estrutura do prédio tenha sido comprometida.

Equipes do Garras (Delegacia Especializada Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros), Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), Policia Civil e Militar estão realizando diligências no local. Buscas estão sendo realizadas com a ajuda de um helicóptero da PM. Até o momento nenhum suspeito foi localizado.

Ataques

As agências bancárias ficam 250 metros de distância uma da outra e a primeira a ser a arrombada foi a do Banco do Brasil, em seguida a da Caixa Econômica Federal. Os bandidos ainda fecharam uma saída da cidade.

Parte da quadrilha foi para frente do quartel da Polícia Militar e outra parte para o prédio da Policia Civil. Eles efetuaram disparos para o alto,  para intimidar e impedir que os policiais saíssem do local.

Vários cartuchos deflagrados de fuzis e 9mm foram encontrados na calçada e dentro das agências bancárias.

Segundo o delegado Felipe Potter, ao menos 12 criminosos, utilizando  4 veículos, participaram dos ataques. A polícia acredita que os bandidos tenham fugido para os estados de Goiás ou Mato Grosso.

 

 

 

Você pode gostar também
Comentários
Carregando...