Suspeitos de assassinar ex-vereador e esposa abandonam carro na fronteira

Crime aconteceu em uma chácara na MS-080

Os suspeitos do assassinato do ex-vereador Cristovão Silveira (PSDB) e de sua esposa Fátima Silveira, teriam abandonado o carro em que fugiram, uma camionete, próximo a Corumbá distante 444 quilômetros de Campo Grande, no Lampião Aceso.

Informações preliminares são de que os filhos do caseiro, que participaram do crime, teriam abandonado o carro próximo ao Lampião Aceso e fugido em meio a uma mata a beira da rodovia. Eles teriam ajudado o pai a esfaquear o casal, na noite desta terça-feira (18). A polícia ainda não confirmou se o carro foi encontrado.

Cristovão e a esposa foram mortos a facadas em uma chácara, na MS-080 após uma discussão entre o ex-vereador e o caseiro. Em seguida os filhos do autor teriam fugido em uma camionete e ele preso pelo Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Rouba a Banco, Assantos e Sequestros). Não há informações sobre os motivos para o assassinato.

Em 2015, o ex-vereador foi investigado na Operação Coffee Break. A investigação apurava um suposto esquema de compra de votos de vereadores para a cassação do prefeito Alcides Bernal, em março de 2014.

Cristovão era vereador em 2012 e nos aúdios captados pela Polícia Federal na Operação Lama Asfáltica ele aparece conversando com o empresário João Amorim, um dos principais alvos de ambas as apurações.

Mais notícias