Família investiga furto e descobre grupo de Facebook de motos roubadas

Furto aconteceu na última terça-feira (5)

Uma moto furtada levou uma família a descobrir um grupo no Facebook que vende motocicletas roubadas na Capital. A moto foi furtada na última terça-feira (5), em frente da sede do IEL (Instituto Euvaldo Lodi), localizada na Afonso Pena, bairro Amambaí, por um homem. Após o furto, a família buscou informações na rede social e encontrou um grupo revendendo motos roubadas.

Segundo uma parente que preferiu não se identificar, mas que procurou o Jornal Midiamax, a proprietária da moto estava trabalhando no instituto, no período da tarde. Ao sair no final do expediente, a motocicleta não foi encontrada. O local tem câmeras que registraram a ação do suspeito. A família foi até a delegacia e levou as imagens para investigação.

A surpresa veio na manhã desta quarta-feira (6), quando ela decidiu procurar nas redes sociais por anúncios referentes a moto, chegando até um grupo só de motocicletas frutos de crimes. “Fizemos um boletim ocorrência referente e descobrimos o culpado e logo em seguida, a moto foi anunciada a venda em um grupo que contém só moto roubada no Facebook”, contou a familiar.

Família investiga furto e descobre grupo de Facebook de motos roubadasSegundo a parente, no grupo, o suspeito teria anunciado a moto por R$ 1.200 e teria publicado que tinha outros veículos para venda. “E teve uma publicação que ele afirma ter outras [motocicletas] além dessa”, explicou.

A familiar da vítima contou ainda que conseguiu entrar em contato com um dos suspeitos de fazer parte do esquema. Neste momento, ela soube que a moto havia sido vendida. Por orientação da própria polícia, a família irá fazer um novo boletim de ocorrência por receptação.

Veja as imagens da câmera de segurança que registraram o furto: 

hatsApp: fale com os jornalistas do Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp do Jornal Midiamax no número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total sigilo garantido pela lei.

 

Família investiga furto e descobre grupo de Facebook de motos roubadas
Mais notícias