Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Após denúncia, bombeiros não encontram corpo e buscas continuam

Jovem desapareceu na tarde do dia 24 de dezembro

Marcio Antônio Rodas Franco, 25 anos, desaparecido após cair no rio Paraguai-Mirim, em Corumbá, na véspera de Natal, continua desaparecido. Na última sexta-feira (29), o Corpo de Bombeiros da cidade recebeu uma informação sobre a localização do corpo do jovem, mas nada foi encontrado na região repassada. As buscas continuam.

Conforme o Corpo de Bombeiros de Corumbá, a informação chegou por volta das 14:50 da tarde pelo tio de Márcio, que ajuda nas buscas. O relato repassado por telefone ao parente do desaparecido era de que um corpo foi visto boiando a cerca de 5 quilômetros da confluência dos rios Paraguai-Mirim com Paraguai.

Uma equipe de bombeiros foi enviada até o local, mas não encontrou nada na área. Segundo a corporação, uma segunda varredura foi feita, que constatou não haver corpo. Após as buscas, o grupo retornou para Corumbá, por volta das 23:00 horas.

O tio de Márcio relatou para os bombeiros que a informação chegou por meio de um telefone, além de relatos de ribeirinhos, mas que nenhum deles afirmou ter visto o corpo de fato. 
Os bombeiros continuam de prontidão sobre o caso.

Caso

O jovem estava em um barco e, durante uma curva, caiu no rio, na tarde de 24 de dezembro. Foram quatro dias de buscas na região do Paraguai-Mirim – um braço do rio Paraguai a cerca de duas horas de barco de Corumbá.

Os militares realizaram buscas subaquáticas com mergulhadores e também na superfície. O local de buscas é extensa e possui locais onde o rio sai do leito normal, formando pequenos canais, além de muitos camalotes às margens.

Você pode gostar também