Retrato falado de sequestradores ajuda polícia na busca por criminosos

Jovem foi levada do terminal Morenão

O retratado falado do casal que sequestrou uma jovem, de 17 anos nesta quarta-feira (14), no terminal Morenão, em Campo Grande deve ajudar a polícia na localização da dupla. A menina prestou depoimento na noite desta quarta na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Piratininga.

A foi abordada por um rapaz ‘bonitinho’, que teria chamado a jovem pelo nome. O rapaz teria dito a que sua amiga de nome Camila a estaria esperando dentro do carro, momento em que ela teria perguntado, “Que Camila? da escola?”.

Ao ir até o veículo Volkswagen Gol, uma mulher ‘gordinha e que parecia ser boliviana’, segundo a vítima a mandou entrar no carro ameaçando-a com um revólver. O casal seguiu em direção ao Bairro Zé Pereira entrando em uma estrada de chão.

Os autores pararam em um barraco deixando a menina trancada no carro. A aproveitou para mandar mensagens para a mãe e a irmã de socorro, mas logo a mulher voltou tomando o celular das mãos da jovem, que continuou trancada no carro por aproximadamente duas horas.

Depois, a dupla abandonou a menina em uma estrada que conseguiu pedir ajuda a uma senhora. A família da jovem foi avisada. Segundo a irmã da , ela teria dito que a todo o tempo a mandavam ficar quieta, já que ela chorava muito.

Um boletim de ocorrência e um retrato falado do casal foram feitos na delegacia de polícia, oque deve ajudar nas investigações.

 

Retrato falado de sequestradores ajuda polícia na busca por criminosos
Mais notícias