Mundo

Rebeldes apoiados pelo Irã assumem ataque ataque a porto de petróleo saudita

Rebeldes houthi, aliados do Irã, afirmaram que eles foram os responsáveis pelo ataque a um importante porto petrolífero da Arábia Saudita, realizado com drones e mísseis neste domingo (7). Autoridades sauditas disseram mais cedo que o ataque não causou estragos nem mortes. O Ministério da Energia saudita afirmou que houve um ataque “vindo do mar” […]

Agência Estado Publicado em 07/03/2021, às 23h05

O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu culpou o Irã por um ataque a um navio de carga israelense no Golfo de Omã. (Foto: Reprodução/AFP)
O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu culpou o Irã por um ataque a um navio de carga israelense no Golfo de Omã. (Foto: Reprodução/AFP) - O primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu culpou o Irã por um ataque a um navio de carga israelense no Golfo de Omã. (Foto: Reprodução/AFP)

Rebeldes houthi, aliados do Irã, afirmaram que eles foram os responsáveis pelo ataque a um importante porto petrolífero da Arábia Saudita, realizado com drones e mísseis neste domingo (7). Autoridades sauditas disseram mais cedo que o ataque não causou estragos nem mortes.

O Ministério da Energia saudita afirmou que houve um ataque “vindo do mar” contra tanques de petróleo no porto de Ras Tanura O governo saudita condenou o ataque. “Todos os indícios apontam para o Irã”, afirmou um assessor da família real saudita informado sobre o assunto.

Autoridades do Irã ainda não haviam respondido a um pedido de comentários. Fonte: Dow Jones Newswires.

Jornal Midiamax