EUA registram nova variante do vírus em mais um Estado, Louisiana

O Estado norte-americano de Louisiana identificou o primeiro caso de uma variante do novo coronavírus considerada mais transmissível do que a original. O gabinete do governador informou neste sábado que o caso foi detectado em uma pessoa na área de Nova Orleans. A variante, detectada pela primeira vez no Reino Unido, alarmou autoridades em muitos países porque os estudos indicam que pode se espalhar mais facilmente do que outras cepas virais.

O governador da Lousiana, John Bel Edwards, emitiu um comunicado dizendo que é urgente “que todos dobrem as medidas de mitigação que sabemos serem eficazes na redução da propagação do vírus”. Edwards observou que a variante foi detectada em pelo menos 15 outros Estados.

No vizinho Texas, autoridades de saúde no condado de Dallas relataram neste sábado o terceiro caso da nova variante, este de um homem de Dallas, na casa dos 20 anos, sem histórico de viagens para fora dos . O Texas relatou um homem da área de Houston como o primeiro caso de uma pessoa infectada com a nova variante em 7 de janeiro.

O Arizona relatou mais de 200 mortes por covid-19 neste sábado, e o Estado manteve a pior taxa de infecção do país. A taxa de casos de coronavírus no Arizona foi de 1 em cada 116 residentes de 8 a 15 de janeiro. O Departamento de Serviços de Saúde relatou 8.715 casos e 208 mortes, aumentando os totais da pandemia para 666.901 casos e 11.248 mortes. Havia 4.849 pacientes com covid-19 hospitalizados ocupando leitos de internação na sexta-feira, abaixo do recorde de segunda-feira de 5.082.

Nevada relatou neste sábado um recorde diário de 63 mortes por covid-19, juntamente com 2.040 casos confirmados adicionais. Os totais de pandemia no Estado aumentaram para 260.090 casos e 3 761 mortes, de acordo com dados do Departamento de Saúde e Serviços Humanos. O pico anterior de mortes relatadas em Nevada em um único dia foi de 62 na quinta-feira.

Autoridades da Califórnia anunciaram novo local de vacinação em massa no Dodger Stadium, embora reconheçam que não está claro quanto de oferta adicional de vacinas está chegando do governo federal. O governador Gavin Newsom disse que está tentando descobrir quanto será entregue. Os governadores dos EUA afirmam que a administração Trump prometeu enviar milhares de doses de seu estoque, mas agora informa que não poderá entregar esse montante. A Califórnia recebeu mais de 3,5 milhões de doses da vacina e já administrou mais de 1 milhão, em um Estado com quase 40 milhões de pessoas.

Também nos EUA, o presidente eleito apresentou sua equipe de cientistas conselheiros neste sábado, dizendo que eles liderarão com “ciência e verdade”. “Nós acreditamos em ambos.” Biden está elevando a posição de consultor científico a nível de gabinete, algo que ocorre pela primeira vez na Casa Branca.

EUA registram nova variante do vírus em mais um Estado, Louisiana
Mais notícias