Barcelona tem sexta noite de protestos violentos contra prisão de rapper

Mais de 100 pessoas foram detidas em confrontos violentos com a polícia

s em apoio a um rapper preso em , na Espanha, resultaram em violência pela sexta noite consecutiva ontem, depois que a polícia enfrentou um grupo de jovens no centro da cidade. Após manifestações pacíficas pela manhã, os manifestantes marcharam em direção à sede da Polícia Nacional. Depois de serem atingidos por pedras, garrafas, lixo e foguetes, os policiais se mobilizaram para esvaziar a rua. Lojas da região tiveram as vitrines destruídas.

Mais de 100 pessoas – incluindo sete, ontem – foram detidas em confrontos violentos com a polícia desde terça-feira, quando o rapper Pablo Hasél foi detido para cumprir uma pena de prisão de nove meses. Ele é acusado de insultar o rei espanhol, Felipe VI, e elogiar ações violentas de terroristas em publicações no Twitter e nas letras das suas canções.

A polícia catalã disse ter feito mais de 35 prisões no sábado em e em outras cidades próximas depois que manifestantes quebraram janelas e entraram em confronto com policiais. Outras manifestações na Espanha, incluindo em Madri, foram pacíficas em sua maior parte.

Barcelona tem sexta noite de protestos violentos contra prisão de rapper
Mais notícias