Mundo

Autoridades paraguaias afirmam que nova cepa do coronavírus veio do Brasil

O Ministério da Saúde do Paraguai, com base em levantamento do fluxo de turistas que passam férias no Brasil, acredita que a nova cepa do coronavírus brasileiro já circula no País e estaria gerando o contágio acelerado da covid-19. Dados do governo paraguaio mostram que durante a alta temporada de verão, mais de 23 mil […]

Marcos Morandi Publicado em 11/03/2021, às 07h05

Mesmo com pandemia, fluxo de turistas paraguaios no Brasil foi alto.(Foto:Divulgação)
Mesmo com pandemia, fluxo de turistas paraguaios no Brasil foi alto.(Foto:Divulgação) - Mesmo com pandemia, fluxo de turistas paraguaios no Brasil foi alto.(Foto:Divulgação)

O Ministério da Saúde do Paraguai, com base em levantamento do fluxo de turistas que passam férias no Brasil, acredita que a nova cepa do coronavírus brasileiro já circula no País e estaria gerando o contágio acelerado da covid-19.

Dados do governo paraguaio mostram que durante a alta temporada de verão, mais de 23 mil pessoas deixaram o Paraguai rumo ao Brasil, enquanto a entrada desse país vizinho é de 25.324, segundo dados de migração.

Conforme as autoridades, o movimento migratório entre o Paraguai e o Brasil pelas rotas mais comuns são Ciudad del Este, Pedro Juan Caballero e Salto del Guairá. Segundo dados de Migrações, de 5 de dezembro de 2020 a 7 de março deste ano, é considerada a alta temporada de viagens.

De acordo com Migrações, 11.737 paraguaios e 10.739 estrangeiros entraram em Ciudad del Este, totalizando 22.476 entradas. 13.026 paraguaios saíram pela Ponte da Amizade e 7.796 estrangeiros registraram saída, conforme publicou o ABC Color.

Por Pedro Juan Caballero, departamento de Amambay, ingressaram 181 paraguaios e 2.304 estrangeiros, num total de 2.485 pessoas. 363 paraguaios e 552 estrangeiros saíram do país pela mesma cidade, um total de 915 pessoas viajaram para o Brasil.

Jornal Midiamax