Videochamada grava momento em que filho esfaqueia pai em Nova York

Assassino foi preso poucas horas depois do crime

Uma videochamada feita pelo aplicativo Zoom com inúmeros participantes gravou o momento exato de um assassinato ocorrido em Nova York. Segundo o jornal americano The New York Times, a vítima era um homem de 72 anos e foi esfaqueado pelo próprio filho. Participantes do vídeo viram partes das facadas, o que teria ajudado a polícia local.

A vítima foi identificada como Dwight Powers e o filho, preso poucas horas depois do crime, foi identificado como Thomas Scully-Powers, de 32 anos. Espectadores denunciaram o ocorrido à polícia de Nova York e se disponibilizaram para ser testemunhas do episódio.

“Eles perceberam que a vítima havia ‘caído’ da tela e depois ouviram uma respiração mais pesada”, disse o tenente e detetive da polícia do condado de Suffolk, Kevin Beyrer. “É horrível que eles tenham que ter passado por isso”.

De acordo com o jornal americano, ainda não foi estabelecido um motivo para o crime. A prisão do assassino demorou mais que o habitual, assim informou a polícia local, já que os participantes da videochamada não sabiam onde o idoso morava.

Scully-Powers será acusado de homicídio em segundo grau, o que a terminologia do Direito nos Estados Unidos diz ser “assassinato intencional sem premeditação”.

Videochamada grava momento em que filho esfaqueia pai em Nova York