VÍDEO: Grande explosão no porto de Beirute, no Líbano, deixa inúmeros feridos

Governo libanês aponta vários feridos, mas não detalha possível quantidade de mortos

Uma grande explosão deixo inúmeras pessoas feridas em uma área portuária em Beirute, capital do Líbano nesta terça-feira (4). Alguns edifícios que ficam próximos ao local dos escombros ficaram danificados e os vidros de janelas foram destruídos. Até o momento, não há informações sobre possíveis mortes.

De acordo com a rede de televisão , a explosão aconteceu em decorrência de um incêndio que foi provocado em um armazém de fogos de artifícios perto do porto de Beirute.A explosão provocou uma enorme onda de choque em forme de nuvem danificando prédios, inclusive a sede do ex-primeiro-ministro Saad Hariri e o próprio escritório da .

Enquanto a nuvem vermelha pairava sober a cidade, as equipes do tentavam o quanto antes acessar o local para combater o fogo. Segundo as autoridades, as imagens captadas de diversos ângulos mostraram alguns feridos cambaleando pelas ruas da cidade. O ministro da Saúde do Líbano ordenou que todos os hospitais da região se preparassem para receber os feridos pela explosão.

A Cruz Vermelha do Líbano informou por meio de suas redes sociais que mais de 30 equipes estão respondendo à explosão causada na área portuária e pede para que a população abra caminho para que as ambulâncias tenha acesso aos escombros.

“Estamos recebendo milhares de ligações no 140. Pedimos que as pessoas liguem para 140 apenas para casos críticos e graves, para que possamos ajudar as pessoas que mais precisam primeiro”, disse a Cruz Vermelha.

Em uma nova mensagem publicada nas redes, a Cruz Vermelha pede para que a população doação de sangue para os feridos na explosão. De acordo com a equipe médica, os feridos vão precisar passar por transfusão de sangue e “há necessidade urgente de todos os tipos sanguíneos”. Os centros abertos de transfusão de sangue estão sendo em Trípoli, Jounieh, Antelias, Spears, Zahle, Saida e Nabatieh.

VÍDEO: Grande explosão no porto de Beirute, no Líbano, deixa inúmeros feridos
Mais notícias