Três morrem, incluindo uma mulher decapitada durante ataque em igreja da França

Segundo as fontes locais, tudo aponta para um incidente terrorista, com motivações religiosas

Três pessoas morreram, uma delas decapitada, e outras ficaram feridas durante ataque com faca na basílica de Notre-Dame, na cidade francesa de Nice, nesta quinta-feira (29). O autor do ataque foi atingido por um tiro pelas forças de segurança e encaminhado ao hospital. Segundo as fontes locais, tudo aponta para um incidente terrorista, com motivações religiosas.

O presidente da câmara, Christian Estrosi afirmou que uma das mortes ocorreu de “forma horrível”, porém não confirmou a decapitação – e apontou o dedo ao “islamofascismo”. “As minhas primeiras palavras são de compaixão para os amigos e familiares das vítimas e da comunidade paroquial. E para todas as pessoas de Nice que estão sob o choque da emoção”, reagiu o autarca, citado pelo jornal local Nice Matin.

O jornal parisino Le Figaro escreve que foi mobilizada para o local uma equipa especial de desativação de explosivos, por causa de um pacote suspeito. O Ministério Público francês confirmou que foi aberta uma investigação por assassinato e tentativa de assassinato em relação ao ato terrorista. 

Segunda decapitação

Este é o segundo crime que envolve a decapitação de uma pessoa em em um curto espaço de tempo. No dia 16 de outubro, um professor de história de uma escola nos arredores de foi assassinado por um jovem de 18 anos, de ascendência tchetchena, nesses mesmos moldes, depois de ter mostrado aos alunos algumas caricaturas do profeta Maomé, em uma aula sobre liberdade de expressão.

A cidade de Nice, no Sul do país, também foi palco de um violento atentado terrorista, em 2016, quando um homem atropelou e disparou sobre dezenas de pessoas que celebravam o Dia da Bastilha. Morreram 86 pessoas.

Três morrem, incluindo uma mulher decapitada durante ataque em igreja da França
Mais notícias