Paraíso tropical enfrenta estado de emergência por vazamento de óleo em navio

Moradores das Ilhas Maurício estão utilizando cabelos para ajudar na limpeza do mar

Após uma mancha de olho cortar as águas cristalinas do Oceano Índico desde a semana passada, chegando até as praias das Ilhas Maurício, os moradores da região tiveram que organizar formar de se ajudarem para enfrentar a emergência ambiental.

Conforme publicação do G1, os moradores da ilha estão utilizando cilindros permeáveis de cabelo e folhas para tentar limpar o óleo que começou a vazar do navio.

Estima-se que ao menos mil toneladas de óleo vazaram do navio MV Wakashio, de propriedade da Nagashiki Shipping Company e operado pela Mitsui OSK Line.

O óleo começou a ser despejado após o navio atingir um recife próximo da ilha.

Romina Tello, 30 anos, fundadora da agência de ecoturismo Mauritius Conscious, ajudou a limpar a lama negra dos manguezais durante todo o final de semana.

Ao G1, Romina relatou que os moradores do local estavam fazendo cilindros para flutuar no mar com folhas de cana-de-açucar, garrafas plásticas e cabelos doados por voluntários. Ela explicou que o cabelo absorve o óleo, mas não a água.

Estimasse que das 1.000 toneladas vazadas, cerca de 500 toneladas já foram recuperadas.

Paraíso tropical enfrenta estado de emergência por vazamento de óleo em navio
Mais notícias