Mortes por novo coronavírus passam de 2 mil na China

Número de infectados é superior a 74 mil

Autoridades sanitárias chinesas informam que mais 136 pessoas infectadas pelo novo coronavírus morreram na terça-feira (18), principalmente na província de Hubei, elevando o número total de mortes no país para 2.004.

Mais 1.749 infecções foram confirmadas. O número total de casos na continental, confirmados por testes em laboratórios ou diagnóstico clínico, é superior a 74 mil. Um jornal ligado ao Partido Comunista Chinês criticou a resposta inicial das autoridades locais ao surto.

Global Times divulgou ontem os resultados de pesquisa feita por uma equipe do Centro Chinês de Prevenção e Controle de Doenças. A equipe afirma ter descoberto que mais de 5 mil pessoas começaram a apresentar sintomas do novo coronavírus durante o período de 10 dias até 20 de janeiro.

Entretanto, autoridades da província de Hubei iniciaram uma resposta em grande escala apenas após o presidente Xi Jinping apresentar instruções sobre o surto em 20 de janeiro.

Hong Kong

A primeira morte pela doença em Hong Kong ocorreu em 4 de fevereiro. A paciente era diabética e tinha estado no mês anterior em Wuhan, cidade chinesa centro do surto. Nesta terça-feira (19) mais uma morte foi confirmada, um homem de 70 anos morreu infectado com o novo coronavírus.

De acordo com fonte do hospital Princesa Margarida, o homem era o 55º caso confirmado da doença na região administrativa especial do país. O homem foi hospitalizado há uma semana, após uma queda sofrida em casa. Ao chegar ao hospital, disse aos médicos ter sentido falta de ar e que tinha tosse desde 2 de fevereiro.

Mortes por novo coronavírus passam de 2 mil na China
Mais notícias