Mais de 50 corpos de ‘falsos guerrilheiros’ são exumados após 2 meses de trabalho

As autoridades da Colômbia disseram nesta sexta-feira, 21, que exumaram 54 corpos, incluindo mulheres e menores de 18 anos, após mais de dois meses de trabalhos em um cemitério em Dabeiba, cidade ao noroeste do país, onde a Justiça Especial para a Paz (JEP) busca vítimas de execuções conhecidas como “falsos positivos”.

Segundo a JEP, os cadáveres começaram a ser desenterrados em dezembro. A prática de “falsos positivos”, iniciada na década de 90, era patrocinada pelo Exército, que recrutou camponeses e jovens pobres com promessas de emprego. Eles então eram mortos e apresentados como guerrilheiros. Com isso, os agentes ganhavam promoções.

Mais notícias