Há um longo caminho pela frente nesta pandemia, avalia OMS

OMS espera que não seja mais necessário fazer lockdowns adiante

A líder da resposta da à pandemia da covid-19, Maria Van Kerkhove afirmou que “ainda há um longo caminho pela frente” na pandemia. A declaração foi dada durante entrevista coletiva da entidade, que apresentou e discutiu nesta quinta-feira, 2, uma atualização sobre o estado da pesquisa e do desenvolvimento de instrumentos na luta contra a doença.

Kerkhove disse que a espera que não seja mais necessário fazer lockdowns adiante, com os governos a as pessoas atentos para o equilíbrio entre os cuidados com a saúde e a necessidade de apoiar a atividade econômica.

Além disso, insistiu que já há instrumentos disponíveis para romper as cadeias de transmissão da doença, como o distanciamento físico, o uso de máscaras, a higiene das mãos, testes, rastreamento de contatos e o tratamento dos doentes.

Também presente na coletiva, a cientista-chefe da , Soumya Swaminathan, disse que ainda não há uma resposta final sobre a eficácia do remdesivir contra a covid-19, com resultados até agora conflitantes em algumas pesquisas disponíveis.

Segundo ela, há várias investigações ainda em andamento sobre o medicamento, para buscar essa resposta.

Há um longo caminho pela frente nesta pandemia, avalia OMS
Mais notícias