Golpistas podem ser responsáveis por sementes misteriosas que chegam da China

Os produtos seriam enviados por vendedores golpistas que pretendem melhorar suas avaliações em sites onlines

Há alguns dias, diversos brasileiros começaram a receber entregas estranhas pelos Correios, sementes misteriosas enviadas da . As histórias começaram a aparecer e circular na internet e ganhou força após o mesmo fenômeno ter ocorrido nos Estados Unidos, Canadá e Reino Unido.

Teorias da conspiração não faltaram nas redes sociais, todos ansiosos para descobrir ou adivinhar o motivos dos envios das sementes. O Departamento de Agricultura dos EUA já trabalha com uma possibilidade, para eles, as encomendas não solicitadas são parte de um esquema de fraude conhecido como “brushing”, vonforme publicado no portal G1.

Para explicar melhor, o brushing funciona da seguinte forma: golpistas em lojas de comércios eletrônicos, criam contas em nome de “clientes fantasmas” e realizam compras falsas para que a sua conta ou loja seja bem avaliada no site de vendas.

Nesses sites, que operam no modelo de “marketplace”, os vendedores que possuem notas maiores em relação a qualidade e entrega dos produtos, conseguem realizar mais vendas.

Mas para isso, os sites de “marketplace” obrigam que os produtos enviados possuam um código de rastreamento, ou seja, para que a compra seja realmente validada, os golpistas precisam enviar algum produto.

Os endereços usados no “brushing” são normalmente oriundos de dados vazados de lojas ou de outros pedidos realizados pelo consumidor. Os vendedores consumem escolher produtos baratos e leves para reduzir os custos de frete, e é nesse momento que as sementes são usadas.

Apesar da possibilidade, ainda não foi confirmado se as sementes realmente são oriundas da prática.

Sementes devem ser entregues a autoridades

As autoridades ainda não identificaram problemas com as sementes recebidas da , apesar disso, o perigo de contaminação não pode ser descartado.

Por essa razão, as sementes não devem ser retiradas do pacote nem descartadas no lixo. O Ministério da Agricultura recomenda que consumidores entreguem as sementes a uma das unidades estaduais da pasta.

A entrega do material não sujeita o cidadão a nenhuma penalidade e permite que as sementes sejam analisadas laboratórios.

Golpistas podem ser responsáveis por sementes misteriosas que chegam da China
Mais notícias