Ex-ministro da Bolívia é detido acusado de superfaturar respiradores

Marcelo Navajas foi demitido na quarta-feira, após escândalo de corrupção

O ex-ministro de Saúde da , Marcelo Navajas, foi preso, em meio à pandemia de coronavírus, acusado de superfaturar , de acordo com a Procuradoria-Geral do país vizinho.

Navajas foi demitido após sua prisão preventiva ter sido decretada na quarta-feira (20), como desdobramento de uma investigação sobre a compra de 179 de uma companhia espanhola, no valor de US$ 5 milhões – mais que o dobro do valor anunciado previamente.

O Procurador-Geral da , Ruddy Terrazas, disse a jornalistas, neste domingo (24), que um juiz manteve Navajas e outras três autoridades de saúde em “prisão preventiva”, na esteira de uma audiência que durou 12 horas e terminou nesta manhã.

Navajas será preso por três meses e as outras autoridades por seis meses. (Com agências internacionais)

Ex-ministro da Bolívia é detido acusado de superfaturar respiradores
Mais notícias