Após ‘indisposição’, Vaticano cancela todas as agenda do Papa nesta sexta

Em aparição pública na quarta, Francisco apresentou sintomas de gripe

O Vaticano divulgou nesta sexta-feira (28) comunicado no qual informa cancelamento de todas as audiências do de hoje, sem especificar a razão. O cancelamento ocorre logo após o Vaticano informar “leve indisposição” do pontífice na quinta-feira (27), o que também culminou no cancelamento de uma missa.

Na quarta-feira, o havia prestado solidariedade aos pacientes que contraíram o novo coronavírus, que já se espalhou por mais de 30 países e, durante o evento, apertou a mão e beijou o rosto de algumas das mais de 400 pessoas que o assistiam.

No mesmo dia, Francisco estava resfriado e tossia com frequência durante a audiência geral organizada ao ar livre na Praça de São Pedro. Hoje, porém, segundo o Vaticano, o Papa celebrou a habitual missa da manhã na capela de sua residência privada de Santa Marta, no Vaticano, e saudou os presentes. O sumo pontífice também recebeu algumas pessoas em sua residência, como previsto. Entre elas, estava o presidente do Parlamento Europeu, o italiano David Sassoli.

A Itália é um dos países em surto de coronavírus e é apontado como um novo epicentro de disseminação da doença pelo ocidente. Veio a Itália, a propósito, o primeiro paciente brasileiro com diagnóstico confirmado para Covid-19. Segundo o governo italiano, já são 650 casos confirmados e 17 mortes.

Após 'indisposição', Vaticano cancela todas as agenda do Papa nesta sexta
Mais notícias