Publicidade

Secretário de Estado dos EUA minimiza testes de armas da Coreia do Norte

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, minimizou a ameaça apresentada pelos últimos testes de armas da Coreia do Norte, na última sexta-feira. Pompeo afirmou que está ansioso para retomar as negociações para acabar com os esforços do país asiático para adquirir mísseis nucleares. “Esperamos que este teste de sexta-feira não atrapalhe o futuro das negociações”, disse Pompeo a um canal de televisão americano.

Os lançamentos mais recentes da Coreia do Norte, supervisionados pessoalmente pelo líder do país, Kim Jon Un, foram os terceiros testes nas últimas semanas e, de acordo com especialistas, empregaram lança-foguetes de longo alcance e armas táticas guiadas. Um projétil parecia ser um míssil de curto alcance, disseram especialistas.

Os comentários de Pompeo tiveram reforço do presidente americano, Donald Trump, que postou em seu Twitter, que “o acordo será feito e Kim sabe que estou com ele”.

Pompeo disse à imprensa americana que as armas pousaram no mar do leste da península coreana e não representaram uma ameaça aos EUA ou seus aliados, nem à Coreia do Sul e ao Japão. “Temos muita confiança de que eles não são mísseis de alcance intermediário, que não são mísseis de longo alcance ou mísseis intercontinentais”, disse Pompeo.

Mais notícias