Pompeo tenta mostrar a líderes globais a importância de ataques a petroleiros

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, está entrando em contato com líderes de outros países para passar a mensagem de que o suposto ataque iraniano a petroleiros no Oriente Médio é um problema para todo o mundo, especialmente para países asiáticos que dependem daquele petróleo.

“Eu fiz uma série de ligações ontem. Farei mais uma série de ligações hoje. O mundo precisa se unir”, disse ele neste domingo, em uma de suas diversas entrevistas televisionadas. Ele não deu detalhes sobre o tipo de ação que o governo Trump pretende tomar. Perguntado se o envio de novas tropas americanas para a região era possível, Pompeo disse que “é claro” que essa opção é uma das que o presidente Trump pode considerar para manter o transporte seguro.

Os comentários vão na mesma linha dos do secretário de Defesa em exercício, Patrick Shanahan, que disse na semana passada que o objetivo dos EUA é “construir um consenso internacional para esse problema internacional”. O Irã nega envolvimento no ataque.