Furacão Dorian cai para categoria 2 e segue para os EUA com força reduzida

A intensidade dos ventos do furacão Dorian caiu para 175 km/h, equivalente à categoria 2 na escala Saffir-Simpson, embora seu tamanho tenha aumentado nas últimas horas, de acordo com informações divulgadas nesta terça-feira, 3, pelo Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos.

Dorian, que chegou a ser categoria 5 na escala que mede os furacões pela intensidade de seus ventos, com 295 km/h quando estava no último domingo sobre o norte das Bahamas, perde força rapidamente enquanto se afasta da costa leste da Flórida (EUA).

Segundo o último boletim do NHC, divulgado às 11h (horário local, 12h de Brasília), nesse momento o olho do ciclone movia-se para o noroeste a 4 km/h, embora esperasse acelerar sua velocidade ainda nesta terça.

O Dorian deve seguir para o norte, enquanto avança em paralelo para a costa da Flórida e antes de ameaçar a costa dos estados da Geórgia e Carolina do Sul e o da Carolina do Norte, na próxima quinta-feira.

Os dados coletados pelos aviões de reconhecimento indicam que o vento máximo sustentado é agora de 175 km/h com rajadas mais altas, intensidade que será mantida, segundo o NHC, nas próximas 48 horas.

Apesar dessa perda de intensidade, o furacão está expandindo sua zona de perigo, já que os ventos do furacão se estendem até 95 km do seu centro. Os boletins do NHC continuam lembrando que trata-se de um furacão perigoso. (Com agências internacionais)

Mais notícias