China vai apoiar emissões de bônus especiais para projetos de infraestrutura

Medidas têm como objetivo fortalecer a coordenação entre agências governamentais, manter ampla liquidez e garantir uma taxa de crescimento dentro de faixa razoável

Autoridades da China prometeram apoiar emissões de bônus com propósito específico por governos locais, depois de Pequim dar seu aval à tomada de recursos para ajudar a impulsionar o crescimento econômico.

O governo chinês vai ampliar esforços para acelerar o financiamento de grandes projetos por meio dessas emissões, que são usadas basicamente para gastos em infraestrutura, afirmou o PBoC – como é conhecido o banco central do país – em comunicado conjunto divulgado nesta terça-feira com outros órgãos governamentais, incluindo o Ministério de Finanças e agências de planejamento econômico.

Fundos levantados por meio de emissões especiais poderão, de agora em diante, ser utilizados como capital semente para grandes projetos. Além disso, veículos de financiamento de governos locais poderão negociar empréstimos com instituições financeiras, de acordo com comunicado publicado no site do governo central no fim da segunda-feira.

As medidas têm como objetivo fortalecer a coordenação entre agências governamentais, manter ampla liquidez e garantir uma taxa de crescimento dentro de faixa razoável, afirma o comunicado de ontem.

A China prevê que governos locais emitirão este ano 2,15 trilhões de yuans (US$ 310 bilhões) em bônus com propósito específico voltados para projetos de infraestrutura, montante bem maior que o total de 1,35 trilhão de yuans emitido no ano passado. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais notícias