Polícia encontra onze mortos enforcados nos fundos de casa no México

Principal suspeita é de disputa de grupos criminosos

Onze corpos de pessoas foram encontrados enforcados nesta sexta-feira (3) na cidade de Ciudad Juárez, no norte do México. As autoridades afirmaram que são oito homens e três mulheres.

As vítimas foram encontradas com marcas de uso de torniquete no pescoço, de acordo com legistas. Os investigadores trabalham com a possibilidade de que os assassinatos são resultado de disputas entre grupos criminosos.

De acordo com os investigadores, o local onde os assassinatos aconteceram se assemelha às casas de segurança utilizadas por grupos criminosos. Ao que tudo indica, as vítimas foram reunidas para serem mortas.

A Promotoria Geral do México afirmou que instaurou uma investigação sobre o caso, “para esclarecer o fato e descobrir o paradeiro dos criminosos”. A Agência Estatal de Investigação do país também atua no caso, na busca de identificar as vítimas.

Na última quinta-feira (2), um grupo de detentos da penitenciária estadual de Aquiles Serdán, em uma cidade próxima a Juárez, invadiu uma área do presídio para assassinar um homem que atuava como líder de uma gangue ligada aos cartéis de drogas. Oito homens foram feridos no ataque.

Mais notícias