Notícias de Mato Grosso do Sul e Campo Grande

Mulher explica como começou a correr aos 100 anos

Ela entrou no esporte há dois anos

Com nada menos do que 102 anos, a americana Julia Hawkins tem um recorde mundial em sua faixa etária na corrida: 100 metros em 39,62 segundos, conquistado nos Jogos Olímpicos Nacionais de Birmingham, no Alabama, que aconteceu em junho de 2016. Apesar dessa conquista e de algumas outras, Julia corre há pouco tempo. Ela entrou no esporte há apenas dois anos (sim, ela tinha 100 anos quando começou).

“Eu sabia que eu poderia correr porque estou sempre cuidando do quintal e, quando o telefone toca, eu entro rápido para atender”, diz ela em entrevista à revista americana Runner’s World . Fofa! Abaixo, veja algumas dicas dela para entrar também na corrida:

Tenha pessoas que te incentivam

Hawkins credita a seus quatro filhos – com idades entre 64 e 71 anos – o apoio moral que recebe para persistir no esporte. Além disso, ela conta com uma ajudinha sempre ao final de seus treinos. “Sempre preciso de alguém para me pegar no final das corridas, porque estou sem fôlego e esgotada”, explica.

Crie expectativas realistas

“Nessa idade, você não fica melhor no que está fazendo. Cada dia, você é um pouco pior”, brinca ela, que não treina muito para suas corridas, mas se mantém ocupada cuidando do quintal da casa que ela e seu falecido marido construíram em 1949. “Eu corro um pouco ao redor de casa a cada dia, mas sem ter uma distância ou tempo certos, apenas para manter tudo e dia”, completa.

Encontre um amuleto

Pouco antes de sua corrida em Birmingham, Hawkins abriu um biscoito de sorte que dizia: “Você terá um crescimento súbito na vida”. “Eu pensei: bem, vou à essa corrida… Se eu ganhar ou me sair bem, talvez seja disso que o bilhete está falando. Esse incentivo me deu uma vantagem”, lembra ela. Desde então, ela guarda esse papel e, muitas vezes, corre com ele para ter sorte.

 

Você pode gostar também