Mais de 1 mil presidiários escapam após tsunami na Indonésia

O tsunami deixou pelo menos 832 mortos e atingiu 3 presídios

O anuncio foi feito nessa segunda (01) pelo governo da Indonésia. Foram pelo menos 1200 detentos que fugiram de três prisões diferentes. Os detentos aproveitaram a confusão gerada pelo terremoto que atingiu a ilha de Célèbes e deixou pelo menos 832 mortos.

As penitenciárias atingidas foram a de Palu, Donggala e a terceira atingida não foi revelada. Em Palu 581 detentos fugiram após o local ficar inundado. Em Donggala 343 escaparam, o presidio foi incendiado pelos próprios prisioneiros.

O terremoto deixou 48 mil deslocados, mas esse número pode subir, pois falta água, combustível e medicamentos. As redes elétricas e de telecomunicações pararam de funcionar e as equipes de resgate não possuem equipamentos para busca de sobreviventes.

Fonte: G1

Mais notícias