Seis soldados anti-terroristas ficam feridos após atropelamento na França

Polícia investiga motivação de ataque

Seis soldados franceses ficaram feridos na manhã desta quarta-feira (9), após serem atropelados por um veículo enquanto saíam de um hotel,  na cidade de Levallois Peret, próxima a Paris. Dois deles estão em estado grave.

Os militares fazem parte de uma patrulha antiterrorista, chamada de Operação Sentinela. As forças de segurança buscam pelo suspeito e pelo veículo, porém até agora não têm nenhuma informação sobre o ocorrido.

“Não há dúvida de este foi um ato deliberado”, disse o prefeito de Levallois Perret, Patrick Balkani à BFMTV. A emissora informou que o ocorrido aconteceu na madrugada do horário da França.

Segundo o prefeito, o carro estava aguardando que a tropa saísse do prédio do 35º Regimento de Infantaria, numa via de pouco trânsito, e avançou contra os soldados na contramão quando eles saíram. 

O Ministério Público de Paris abriu uma investigação sobre o caso. A prefeita de Faris, Anne Hidalgo, declarou “todo seu apoio” aos feridos, acrescentando que espera “de todo o coração” que o agressor seja rapidamente preso. 

Mais notícias