Incêndios que destruíram 1,5 mil hectares começam a ser controlados em Portugal

Chamas atingem várias cidades portuguesas

Incêndios na cidade portuguesa de Gondomar, na região metropolitana de Porto, estão parcialmente controlados após destruírem cerca de 1.500 hectares de zona florestal em dez dias. Apesar de dominado, há possibilidade de que o incidente volte a avançar (1º).

De acordo com o periódico português Jornal de Notícias, o governo alega que o fogo já não representa grande perigo. O presidente da Câmara de Gondomar, Marco Martins, afirma que os números são “assustadores” e que os trabalhos para conter as chamas têm sido feitos de modo “incansável e inexcedível”.

 As autoridades da cidade deixaram de considerar o caso como “ocorrência importante” devido ao controle, mas ele continua sendo monitorado. "A ocorrência deixou de ser considerada importante, mas o vento está a levantar imenso. Está controlado temporariamente porque o vento pode descontrolá-lo nas próximas horas".

Em entrevista à agência Lusa, Martins afirmou que tem participado de reuniões com representantes dos órgãos responsáveis por incêndio. Em Gondomar, a expectativa é de que o posto de comando que fará novas ações para o combate ao fogo comece a operar em 48 horas.

Incêndios que destruíram 1,5 mil hectares começam a ser controlados em Portugal
Mais notícias