Mulher morre de ebola na Libéria, no primeiro caso confirmado em um mês

Vítima tinha sido diagnosticada no dia 20 de março

Uma mulher diagnosticada com ebola no último 20 de março, na Libéria, após um mês sem infecções no país, morreu nesta sexta-feira (27) – informaram neste sábado (28) autoridades, que notificaram dois outros casos suspeitos.

“A última pessoa diagnosticada com ebola morreu ontem”, disse o chefe da unidade de crise nacional contra a doença, Francis Karteh, segundo o qual “não há casos confirmados no país, apenas dois suspeitos”.

A fonte acrescentou que está monitorando 80 pessoas que possam ter estado em contato com a doente.

A epidemia de Ebola na África Ocidental, a pior desde a identificação do vírus em 1976, surgiu em dezembro de 2013 no sul da Guiné e se espalhou para a Libéria e Serra Leoa.

De acordo com o último relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), divulgado em 22 de março, o Ebola já matou mais de 10.300 pessoas identificadas em 25.000 casos registrados, dos quais 99% estão nestes países. A própria OMS reconhece que há provavelmente mais casos.

Mais notícias