MidiaMAIS / Variedades MidiaMAIS

Twitter do comando de armas nucleares dos EUA é “invadido” por criança e assusta o mundo

Celular na mão de criança é um perigo, ainda mais se essa criança for filha da pessoa que gerencia as redes sociais do United States Strategic Command (Stratcom), responsável pelo comando de armas nucleares dos EUA. Trabalhando em home office, o responsável se descuidou por um instante do aparelho e seu filho traquina assumiu o […]

João Ramos Publicado em 30/03/2021, às 16h30 - Atualizado às 16h38

Tudo não passou de um engano (Reprodução, Twitter)
Tudo não passou de um engano (Reprodução, Twitter) - Tudo não passou de um engano (Reprodução, Twitter)

Celular na mão de criança é um perigo, ainda mais se essa criança for filha da pessoa que gerencia as redes sociais do United States Strategic Command (Stratcom), responsável pelo comando de armas nucleares dos EUA.

Trabalhando em home office, o responsável se descuidou por um instante do aparelho e seu filho traquina assumiu o controle do equipamento, tuitando sem querer o seguinte código “;l;;gmlxzssaw”, que não significa absolutamente nada.

O tuíte misterioso logo gerou burburinho, fazendo as pessoas pensarem que poderia se tratar de algum recado ou mensagem subliminar indicando possíveis ataques nucleares, ou uma vulnerabilidade no sistema do Comando Estratégico.

“Absolutamente nada de ruim aconteceu, ou seja, nenhum hackeamento da nossa conta do Twitter”, explicou um porta-voz do Stratcom em nota.

Acalmando a população, o mesmo porta-voz fez questão de esclarecer o ocorrido em detalhes: “O responsável da conta do Twitter do comando militar, que estava trabalhando de casa, deixou a conta do Comando aberta e sem vigilância por alguns momentos. Seu filho pequeno aproveitou a situação e brincou com o teclado e, infelizmente e sem perceber, publicou o tuíte”, explicou.

Jornal Midiamax