MidiaMAIS / Variedades MidiaMAIS

Entenda como é a Semana Santa na visão do Espiritismo

Diferentemente dos católicos, espíritas não seguem cerimônias ou tradições exteriores ao individual

Nathália Rabelo Publicado em 02/04/2021, às 09h47

Chico Xavier, uma das principais figuras do Espiritismo
Chico Xavier, uma das principais figuras do Espiritismo - Reprodução/Estante Virtual

A Sexta-Feira Santa é comemorada hoje (2), como parte do calendário religioso cristão da Semana Santa que segue até domingo (4), quando se comemora a Páscoa. Muitas pessoas têm dúvidas quanto ao posicionamento de outras religiões frente às comemorações fundamentalmente católicas. Por isso, ao longo dessa semana, o MidiaMais já explicou o que a Semana Santa significa para os católicos e evangélicos. Hoje, vamos mostrar o significado desse momento para a visão espírita.

Nós conversamos com a Maria Clara Silva Rezende Valle, terapeuta holística e vice-presidente do Centro Espírita Ismael, de Campo Grande. Ela explicou que o Espiritismo é um conjunto de princípios e conceitos idealizados por Allan Kardec, a partir da segunda metade do século XIX, sob os aspectos científico, filosófico e religioso. Na doutrina, Jesus é o Mestre Maior, modelo exemplar e guia da humanidade.

Nessa visão, o espiritismo defende que a busca do Reino de Deus em cada pessoa é um processo individual, sendo a reforma íntima como um passo importante para a transformação. Dessa forma, eles não contam com eventos específicos da doutrina. “Não segue tradições, não tem rituais nem calendário de cerimônias exteriores, como batizados, casamentos e crismas, por exemplo”, contou.

Assim, o período de Semana Santa é um momento de reflexão profunda sobre a vida de Jesus para os espíritas. Portanto, eles não têm o costume de seguir um calendário religioso específico ou deixar de comer carne vermelha nesse período, como no catolicismo.

“Somos motivados a refletir mais profundamente sobre a vida de Jesus, seu exemplo, seus ensinamentos e fazermos uma autoanálise sincera buscando em nós tudo aquilo que precisamos mudar para nos tornarmos seres melhores, nos libertando para uma vida nova”, disse a terapeuta.

Jornal Midiamax