PlayStation 5 pode ter retrocompatibilidade com suporte 4K para jogos de PS1, PS2 e PS3

Console terá um novo sistema chamado "Remastering Engine" que permitirá que jogos antigos clássicos possam ser jogados no console novo

Para compensar a falta de retrocompatibilidade no console da atual geração, o PS4, e alavancar a marca além de seu principal concorrente direto, a Sony tem grandes planos para o PlayStation 5. O novo sistema vai funcionar de forma similar à retrocompatibilidade do Xbox One X.

O streamer HipHopGamer, conhecido por soltar informações antes da hora, relatou que os desenvolvedores do hardware estão trabalhando em um novo sistema chamado “Remastering Engine”, que permitirá o console rodar jogos de PS1, PS2, PS3 e PS4 com detalhes adicionais, como suporte em 4K.

Vale ressaltar que o streamer creditou as informações a fontes anônimas ligadas à empresa, então não é oficial e é melhor considerar tudo como rumor, por enquanto. O console está previsto para ser lançado na reta final de 2020.

O PlayStation 5 promete elevar a qualidade de seu antecessor com resolução de 8K, um SSD para reduzir o tempo de carregamento dos jogos e até uma tecnologia que suporta ray tracing para luzes e sombras mais realistas.

Segundo os rumores, o console da Sony será equipado com o SoC personalizado da AMD, com frequência de 3,2 GHz e com desempenho quatro vezes melhor que o seu antecessor. Há grandes chances do console vir equipado com uma memória de 28 GB com disco rígido de alta velocidade SSD de 2 TB, efeitos 3D e consumo de energia de apenas 0,5 W. O preço estipulado é de US$ 499, cerca de R$ 2 mil em conversão direta. A pré-venda está prevista para março de 2020.

Mais notícias