Vídeo da Universal mostra homem possuído chamando santa católica de “desgraçada”

O bispo responsável pelo culto, Rogério Formigoni, pediu desculpas após o vídeo viralizar nas redes e a Universal se pronunciou chamando o ato de "imaturo"

Durante uma pregação no último fim de semana, a Igreja Universal se envolveu em nova polêmica com a santa católica Aparecida. No culto, o bispo Rogério Formigoni interagiu com uma suposta entidade manifestada, que disparou contra igrejas e religiões que, na sua avaliação, estariam “sob influência demoníaca”. Na sequência, a pessoa que protagoniza a manifestação chama a santa negra de “desgraçada”.

A atitude de dar voz ao espírito maligno, no entanto, que difamou outras religiões e denominações evangélicas, não agradou a própria cúpula da Igreja Universal, que por isso emitiu um texto dizendo que “repudia” o que classificou como uma “ação imatura” do bispo. Após a polêmica e a repercussão, o bispo Rogério, famosos por “curar” dependentes químicos, se desculpou oficialmente nas redes sociais.

A Igreja, no entanto, destacou que através desse erro Formigoni teve a oportunidade de aprender a virtude do “discernimento”, divulgando um vídeo onde o bispo aparece pedindo desculpas por sua atitude.

“Uma das virtudes de um ministro evangélico é o discernimento espiritual. Acreditamos que Formigoni aprendeu, com este erro, a necessidade de desenvolver esta virtude”, diz a IURD, que por fim ressalta a importância das demais denominações evangélicas, em tom de união.

“Reconhecemos o precioso trabalho de milhares de líderes evangélicos em todo o Brasil, de todas as denominações. Não permitiremos que forças contrárias nos dividam, pois nossa missão é muito maior do que nossas falhas”, conclui o texto.

Assista a retratação de Rogério Formigoni no vídeo abaixo:

Mais notícias