Sebastião Salgado recebe Prêmio da Paz do Comércio Livreiro Alemão

Por homenagear a natureza e dar visibilidade à desfiguração da Terra e à sua frágil beleza, fotógrafo brasileiro recebe um dos principais prêmios literários

O fotógrafo brasileiro Sebastião Salgado recebe o Prêmio da Paz do Comércio Livreiro Alemão, uma das premiações literárias mais prestigiadas da Alemanha na próxima terça-feira (20). Na Jornada do Livro de Berlim nesta terça-feira (18), a Federação do Comércio Livreiro justificou a escolha do brasileiro por ser um artista visual que promove a “justiça e paz sociais” e confere urgência ao “debate mundial sobre a proteção da natureza e do clima”.

Além disso, com seu Instituto Terra, reserva natural criada em 1998, Salgado criou uma instituição que presta uma contribuição direta para a recuperação da biodiversidade e ecossistemas, acrescentou a instituição.

“Ao descrever suas contundentes imagens em preto e branco como uma homenagem à grandeza da natureza, dando visibilidade tanto à desfiguração da Terra quanto à sua frágil beleza, Sebastião Salgado nos dá a chance de compreender o planeta como ele é: um habitat que não pertence somente a nós e que deve ser preservado urgentemente”, disse o presidente da Federação, Heinrich Riethmüller.

História

Salgado nasceu em 8 de fevereiro de 1944 em Aimorés, Minas Gerais, tendo sido criado numa grande fazenda na Mata Atlântica. Ele estudou economia e, durante a ditadura militar, participou do movimento de oposição de esquerda, razão pela qual teve que emigrar para Paris em 1969.

A partir de 1971, Salgado passou a supervisionar como economista projetos de ajuda ao desenvolvimento na África. Ali, ele descobriu sua paixão pela fotografia, à qual decidiu dedicar-se inteiramente em 1973.

Prêmio

O Prêmio da Paz do Comércio Livreiro Alemão é entregue desde 1950 e é uma das mais importantes distinções literárias do país. Entre as personalidades agraciadas estão Albert Schweitzer (1951), Hermann Hesse (1955), Astrid Lindgren (1978), Siegfried Lenz (1988), Mario Vargas Llosa (1996), Martin Walser (1998), Jürgen Habermas (2001), Orhan Pamuk (2005) e David Grossman (2010).

A cerimônia de entrega do prêmio será realizada no final da Feira do Livro de Frankfurt, em 20 de outubro, na igreja Paulskirche, e será transmitida ao vivo pela TV alemã.

Mais notícias