Rucio Capucha: o cãozinho que se tornou um símbolo dos protestos no Chile

Vídeo mostra o cãozinho vira-lata caramelo sendo atingido por jato de água, o que levou o animal a ser hospitalizado por vários dias antes da adoção

No Chile, o “Negro Matapacos” já é um símbolo conhecido. Um cão que ajudou estudantes em 2011 e outras manifestações que tentavam espantar a polícia, além de acompanhá-los nas marchas com seu característico lenço vermelho. Embora o cãozinho preto tenha morrido há alguns anos, ele se tornou um símbolo de protestos em todo o mundo e também ganhou seguidores de 4 patas, como Rucio Capucha.

Agora, em meio aos protestos que assolam o Chile, tornou-se conhecido o “Rucio Capucha”, outro filhote que estava na linha de frente ajudando seus amigos humanos e usando a mesma banda vermelha no pescoço. Rucio, um cachorro de cor dourada, foi batizado após ser visto em várias manifestações perto da Alameda e da Plaza Italia, hoje renomeada como “Plaza de la Dignidad”.

Rucio Capucho é o cãozinho que virou símbolo dos protestos chilenos nos últimos meses. (Reprodução, Instagram)

No entanto, no último fim de semana, o animal foi atingido pelo jato de um caminhão que jogava água para dispersar os manifestante e teve uma contusão no pulmão esquerdo. Veja o momento abaixo:

O cão vira-lata caramelo foi mantido sob os cuidados de um grupo de estudantes de veterinária da Universidade Mayor, VetSOS, que lhe deu os primeiros socorros e o desparasitou. Através de um ultrassom, eles detectaram que o animal tinha um baço maior que o normal e um coração “levemente frouxo”. Além disso, uma de suas pernas estava machucada.

O “Rucio Capucha” foi posteriormente transferido para a Clínica Alemã, onde foi hospitalizado . Lá ele foi hidratado, recebeu anti-inflamatórios e testado. Hoje, o cãozinho está fora de risco, já foi adotado por sua nova família e até ganhou uma conta no Instagram que já coleciona 30 mil seguidores.

O grupo de estudante ressalta a necessidade de que os cães não se aproximassem das marchas, pois estão expostos a muitos produtos químicos e situações de estresse que podem prejudicar sua saúde.

“Nós nos preocupamos em tirar os cães das marchas, esse cão estava super exposto ao gás lacrimogênio, houve um vídeo em que ele foi arremessado por um jato de água, então queremos questionar isso, que apesar de serem ícones nas marchas e estarem apoiando totalmente a causa, estão sendo muito afetados “, escreveu o grupo nas redes sociais.

View this post on Instagram

ACTUALIZACIÓN DE RUCIO CAPUCHA ADOPTADO. Así actualmente está el gordo (primeras dos fotos), sabemos que apaña a fondo en las marchas y siempre está en primera línea, pero todo esto no le ha hecho bien. Se sacó de plaza balmaceda, lo llevamos a la clínica Vets (muchísimas gracias Doctor Cesar) donde lo desparasitamos internamente, está muy decaído y a través de una ecografia que realizaron en la clínica se detectó el bazo aumentado de tamaño, tiene una contusión en el pulmón izquierdo y tiene el corazón un poco flojo por así decirlo, además de su pata que no apoya, por lo que debe quedar en observación ya que no se encuentra bien. Luego fue llevado a la clínica alemana donde quedó hospitalizado (Muchismas gracias a la Doctora Macarena) donde será hidratado, le pondrán antiinflamatorios y haremos más exámenes, iremos actualizando la info. Hacemos el llamado a sacar a los perros de las marchas, este gordo estuvo súper expuesto a las lacrimógenas, había un video donde se veía como el guanaco lo sacaba volando, por lo que queremos pedirles que a pesar de que sean iconos de las marchas y estén apañando full a la causa, ellos están siendo muy afectados, no los expongamos más a estas situaciones, si ven alguno asegúrense de llevarlo lejos y que estará a salvo. Gracias a toda la gente que se ha preocupado y nos está ayudando, lo agradecemos muchísimo

A post shared by VetsSOS (@vetssos) on