Mini Liga da Justiça: bebês prematuros viram super-heróis em hospital do Rio

Hospital Municipal Rocha Faria em Campo Grande, bairro do Rio de Janeiro, vestiu bebês como super heróis em alusão ao Novembro Roxo

A equipe de enfermagem da Neonatal do Hospital Municipal Rocha Faria no Rio de Janeiro surpreendeu os pais dos bebês prematuros, internados na unidade, com fantasias de super-heróis. Os pequenos foram vestidos com fantasias do Batman, Super-homem e até Mulher-maravilha. O objetivo foi chamar a atenção para o Novembro Roxo, mês de alerta sobre os riscos da prematuridade, bem como renovar a esperança e alegria dos pais, tão necessárias nesse momento.

No Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, colaboradores e pais de bebês prematuros internados na unidade participaram do I Encontro multidisciplinar sobre prematuridade. Milena Caroline, mãe da pequena Maryana Nascimento, elogiou a iniciativa. “Eventos como esse nos ajuda a entender melhor esse momento, quando precisamos de todo o apoio possível.”

Dados do Ministério da Saúde apontam que 12,4% do total de partos no Brasil são prematuros. Denise Carvalho, coordenadora de enfermagem da Neonatal enfatiza a importância da ação e do debate acerca da prematuridade.

Mini Liga da Justiça: bebês prematuros viram super-heróis em hospital do Rio
(Reprodução, Prefeitura do Rio de Janeiro)

“Essa ação, além de chamar atenção para o tema, visa trazer alegria para os pais desses bebês que aguardam ansiosos pela alta médica. Trazer o lúdico para esses pais significa muito do ponto de vista emocional.”

Ana Caroline Silva, mãe dos gêmeos Enzo e Lorenzo, está internada na unidade há pouco mais de um mês por conta da prematuridade. “Ficamos muito emocionados com a ação, eu e o pai dele choramos vendo nossos gêmeos vestido de batman e super-homem. Meus filhos nasceram de 8 meses. Estão ótimos e ganhando peso para ir pra casa”.

Ainda em comemoração ao Novembro Roxo, a unidade também organizou o I Encontro Multidisciplinar sobre Prematuridade, voltado para colaboradores, pacientes e acompanhantes. O evento é mais uma das ações feitas para dar visibilidade e ampliar as discussões sobre a importância de reduzir as taxas de parto prematuro.