Segunda parte de ‘Amor de Mãe’ não terá beijos e abraços

A personagem Lurdes, de Regina Casé, será um dos principais exemplos da mudança drástica de comportamento

A novela ‘Amor de Mãe’ deixou de ser gravada há quase dois meses e segue sem previsão de voltar ao ar. Quando forem retomados os trabalhos, os atores encontrarão uma história diferente. A pedido da Globo foram cortadas cenas de beijo e sexo. Com a entrada de ‘Fina Estampa’, o cronograma das nove foi todo alterado e mexeu com pelo menos três tramas previstas para estrearem até 2021.

O folhetim de Manuela Dias vai cortar cenas de abraços, beijos e sexo em sua “segunda temporada”, que deve ainda infectar alguns personagens com o novo coronavírus. A informação é da colunista de Carla Bittencourt, do jornal “Extra”. Inicialmente, a previsão era de retomar as gravações paralisadas em março daqui a dois meses e voltar a exibir a trama em agosto. Porém, há a possibilidade de “Amor de Mãe” só exibir sua sequência em 2021.

Ainda de acordo com a colunista, a medida de não ter contato físico na novela partiu de orientação da Globo. Com isso, Lurdes (Regina Casé), que segue em busca do filho perdido, Domênico/Danilo (Chay Suede), será uma das personagens que aparecerá mais comentando sobre a pandemia da Covid-19 com a família.

Já o colunista Flavio Ricco afirma que “Amor de Mãe” vai reduzir o número de externas, incluindo as sequências em cidade cenográfica, e concentrar seus trabalhos em estúdios. O que também deve valer é abrir uma frente de capítulos gravados. Também em seu retorno, a novela vai mostrar o segundo assassinato de Thelma (Adriana Esteves) para proteger o segredo que envolve a identidade de Danilo.

Segunda parte de 'Amor de Mãe' não terá beijos e abraços
Mais notícias