Publicidade

Novela da onça fujona tem mais um capítulo: felino é recapturado pela segunda vez em Campo Grande

A verdadeira novela das peripécias de uma onça-pintada que já fugiu duas vezes do Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em Campo Grande, teve mais um capítulo na manhã deste sábado (12).

A verdadeira novela das peripécias de uma onça-pintada que já fugiu duas vezes do Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), em Campo Grande, teve mais um capítulo na manhã deste sábado (12). O felino foi novamente capturado com uma das quatro armadilhas colocadas no Parque dos Poderes, próximo ao centro.

O felino foi encontrado pelo tratador de onças Genivaldo, que prepara coloca carne e frango nas armadilhas, por volta das 5h. O tratador então chamou a Polícia Militar Ambiental e funcionários do Cras.

Segundo informações, o felino foi sedado e encaminhado para o Cras em boas condições físicas. O animal está com aproximadamente 11 meses e pesa 40 kg. Vários biólogos e médicos veterinários analisam as condições físicas do animal. A onça ainda está sedada.

Há 44 dias a onça fugiu pela segunda vez. A primeira fuga havia ocorrido em 29 de outubro do ano passado. No dia 30 de dezembro, data da segunda fuga, a onça estava encarcerada dentro de uma jaula especialmente projetada para felinos.

A onça-pintada deve ficar na jaula em que um leão foi mantido temporariamente após ser retirado de um circo por maus tratos, em 2009. Ela ficará de quarentena para que os veterinários possam avaliar sua saúde precisamente. Desde sua primeira fuga não foram registrados nenhum distúrbio causado pelo animal aos moradores da região.

Mais notícias