Projeto ‘Para Além do Centro’ leva teatro às regiões periféricas de Campo Grande

A iniciativa é do Teatral Grupo de Risco e tem início nesta terça (3) e segue até o dia 21 de novembro

Boa notícia para os amantes de da cena artística de Campo Grande! O Teatral Grupo de Risco apresenta a partir desta terça-feira (3) o projeto “Para Além do Centro – 31 Anos” de Risco. A iniciativa propõe levar a arte do às zonas periféricas para viabilizar o acesso a espetáculos durante a pandemia. Serão ao todo 09 apresentações gratuitas, em espaços públicos e periféricos.

Três espetáculos de rua/palco estarão em cena: “A Princesa Engasgada” (Márcia Frederico), em cartaz a mais de 18 anos, “Guardiões” (Lú Bigattão) e “Revolução” (Augusto Boal). Realizará ainda uma oficina de formação teatral com assessoria de profissional local, resultando na remontagem de um espetáculo que fará outras duas apresentações como contrapartida ao projeto. Todas as ações propostas serão gratuitas.

O projeto “Para Alem do Centro – 31 Anos” foi aprovado via edital Fom/2019, Secretaria de Cultura e e . Desde agosto deste ano e com alguma flexibilização autorizada pela Prefeitura e órgãos de saúde, o TGR retomou os trabalhos com os cuidados necessários frente a pandemia Covid, ao poucos, alguns ensaios, estudos e etapa de produção estão ocorrendo na sede do grupo.

O projeto sofreu algumas alterações devido ao isolamento social, mas sem perder sua essência. Diversas apresentações serão feitas presencialmente em bairros de Campo Grande. “Todas as precauções foram tomadas por conta da pandemia, para garantir a proteção dos atores e público. Estamos seguindo à risca as normas exigidas pelos órgãos de saúde”, garante Fernanda Kunzler, atriz de produtora do projeto.

Projeto 'Para Além do Centro' leva teatro às regiões periféricas de Campo Grande
“Revolução” (Augusto Boal), espetáculo de rua com adaptação do texto “A Revolução na América do Sul” (Foto: Divulgação)

Teatro na TV

A novidade do projeto são as gravações para a TV SEMED dos espetáculos Revolução e A Princesa Engasgada. O objetivo foi atender a comunidade escolar, que no momento está sem aula presencial. Douglas de Oliveira Caetano, diretor artístico da TV , da Secretaria Municipal de Educação, acompanhou as gravações e destaca a importância dos espetáculos para os estudantes. “O entra como um reforço no conteúdo repassado pelos professores que estão em home office.”, explica Douglas.

Ele comenta que a audiência da tv tem sido grande, pois como os espetáculos entram como um complemento das matérias, acabam sendo acessados pela maioria dos estudantes da rede municipal, que somam cerca de 10.000 alunos.

Oficina e Novo Espetáculo

“Para Além do Centro – 31 Anos” prevê a estreia de um novo espetáculo. A peça “Do jeito que é hoje em dia”, é uma adaptação de um trabalho já encenado pelo grupo que aborda a prevenção das IST- Infecções Sexualmente Transmissíveis. A proposta é circular pelas escolas no ano que vem, alertando os jovens da importância de se cuidar.

“O número de pessoas que contraem DST/ é muito grande e não existe mais campanha de prevenção, principalmente com os adolescentes”, declara Fernanda Kunzler, lembrando que o Brasil já foi referência mundial no combate as DSTs.

A oficina de formação, também uma ação prevista no projeto, será realizada em novembro com restrições de participação em respeito ao momento de restrição, e concluirá o ciclo de ensaios do espetáculo em remontagem.

Confira a agenda de apresentações:

  • 03/11 (terça-feira) – TV Reme: A Princesa Engasgada (Márcia Frederico), manhã/transmissão
  • 04/11 (quarta-feira) – às 16h – Comunidade São João Batista: A Princesa Engasgada (Márcia Frederico
  • 05/11 (quinta-feira) – às 19h30 – Associação de Moradores da Coophavila 2 (AMOC): A Princesa Engasgada (Márcia Frederico)
  • 06/11 (sexta-feira) – às 19h30 – Associação de Moradores da Coophavila 2 (AMOC): Revolução (Adaptação texto Augusto Boal)
  • 06/11 (sexta-feira) – TV Reme: Revolução (Adaptação texto Augusto Boal), manhã/transmissão
  • 07/11 (sábado) – às 16 horas- Coophatrabalho – Praça Camilo Boni: Revolução (Adaptação texto Augusto Boal)
  • 19, 20 e 21/11 – às 19h30 – (quinta, sexta e sábado) – Espaço Teatral Grupo de Risco: Guardiões
Projeto 'Para Além do Centro' leva teatro às regiões periféricas de Campo Grande
Mais notícias