Publicidade

8ª Temporada do Chapéu tem oficinas, teatro e seminários gratuitos

Evento dura até o domingo (26) e reúne grupos do Mato grosso do Sul e de outros estados

O Teatro Imaginário Macarangalha promove durante esta semana a “VIII Temporada do Chapéu”. O propósito é reunir artistas para deixar a cidade mais colorida e reflexiva através da arte, com oficinas, seminários e espetáculos promovidos por artistas do Mato Grosso do Sul e de outras regiões do Brasil.

A Mostra é contemplada com o Programa de Fomento ao Teatro em 2018 pela Secretaria de Cultura e Turismo de Campo Grande (SECTUR) e tem o apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS). A mostra é aberta e gratuita, em todas as ações artistas passarão o chapéu para manter a arte na rua.

Confira a programação completa abaixo:

Espetáculo : “AMBULANTE” – CIA. ARTE NEGUS / Campo Grande, MS

 

Foto: Junior Silgueiro

Quando: 23 De Maio, às 19h.
Local: Orla Morena- Teatro de arena.

Duas pessoas e a desafiadora rotina no universo do “ganha e perde”. Um local onde apenas o mais esperto sobrevive, e para isso é preciso sonhar, ser criativo, se portar como um sujeito matreiro, como um cowboy, um monge e encantar cobras e dragões. “Figura” e “Ououou” são vendedores ambulantes, perderam muito na vida e não querem perder a possibilidade de sonhar. Um é ex-paraquedista militar, o outro um herdeiro de uma longa e distinta linhagem de mascateiros. São opostos que se complementam, e vendem as histórias dos produtos de sua barraca ambulante, pedindo apenas alguns poucos minutos das vidas dos fregueses para que possam sobreviverem em suas próprias.

Direção: Abel Saavedra
Texto: Augusto Figliaggi e Elaine Guarani
Elenco: Augusto Figliaggi e Elaine Guarani
Figurino: Raquel Saldívia e Magê Blanques
Cenário e adereços: Abel Saavedra, Raquel Saldívia,
Elaine Guarani e Augusto Figliaggi
Cenotécnica e sonoplastia:Rafael Barros e Umberto Lima
Preparação Musical: Estela Ceregat
Trilha de abertura: “Venham Ver” – Augusto Figliaggi e
Elaine Guarani
Música: «Segundo Quarto» – Estela Ceregat

Grupo Rosa dos Ventos: Fuzurufafa Bafafazuru– Presidente Prudente/SP

Quando: 23 De Maio, às 20h.
Local: Orla Morena- Teatro de arena.

A trupe de palhaços resolve apelar para a alta tecnologia e leva para dentro do espetáculo artistas famosos evocados pelo publico. Fuzurufafa Bafafazuru é uma trama para o sucesso, cheio de surpresas, musicas e presepadas que são a marca do Rosa dos Ventos.

Uma espécie de “futuro do circo”, que mistura drone monocóptero caseiro acoplado de projetor holográfico a mais grande excentricidade musical e coisas do sítio. Um espetáculo explosivo, capaz de despertar grandes emoções no público.

Elenco: Fernando Ávila (Dez pras Sete)
Luiz Paulo Valente (Seu Lavanco)
Tiago Munhoz (Custipíl de Pinoti)
Texto: Grupo Rosa dos Ventos
Direção: Grupo Rosa dos Ventos
Criação Musical: Grupo Rosa dos Ventos

Espetáculo: A Coragem que preserva os dentes – Coletivo ClanDesTino – Dourados/MS

Dia 24 de maio (às 19h)
Local: Orla Morena

Os lugares são comuns, as situações cotidianas, os personagens se encontram em qualquer esquina. Todos iguais em suas contradições. De que lado você vai ficar? O Coletivo CLanDesTino propõe o enfrentamento público/personagem/ator de forma tragicômica. Na peça os personagens são representações sociais, alegorias do poder estabelecido em nossa sociedade, uma narrativa de desconstrução social. Parte-se de um mundo ideal, o conflito se estabelece através de metáforas que ressignificam a naturalidade das divisões sociais impostas no mundo contemporâneo.

Direção, figurino e maquiagem: Karla Neves
Dramaturgia: Igor Schiavo
Atuação: Eric Serafim, Igor Schiavo, Ludmila Lopes, Raíque Moura, Romário Hilário

ESPETÁCULO: UM CANTO PARA CAROLINA – CIA DOS INVENTIVOS (PRESIDENTE PRUDENTE/SP)

Quando:  24/05 (às 20h)
Local: Orla Morena

Os irmãos João, José e Vera recebem de presente o primeiro exemplar da publicação do livro-diário “Quarto de despejo”, escrito por sua mãe, Carolina Maria de Jesus. Mergulhando no cotidiano registrado por ela, os filhos revivem suas histórias de luta por uma vida melhor. “O maior espetáculo do pobre da atualidade é comer”. Carolina Maria de Jesus.

Artistas criadores: Adilson Fernades, Aysha Nascimento, Marcos Di Ferreira e Tainã Azevedo
Concepção e direção geral: Flávio Rodrigues
Dramaturgia em processo colaborativo com a Cia. dos Inventivos: Tadeu Renato

ESPETÁCULO: Seis Personagens à Procura de um Lugar– Teatro&Cidade – Núcleo de Pesquisa Cênica (Belo Horizonte/MG)

Foto: Naum Produtora

Quando: 25 de Maio, às 17H30
Local: Orla Morena

Ao anoitecer, em meio ao fluxo de pessoas e automóveis, seis estranhas figuras estão à procura de um lugar. À deriva, com seus poucos e precários pertences, se ocupam de tarefas inventadas para tentar manter-se ancorados numa realidade da qual parecem deslocados.

Direção: Rogério Lopes
Criação e dramaturgia: Coletiva
Atores Criadores: Diego Meneses, José Antônio de Almeida, Nayra Carneiro, Pedro Vilaça, Rikelle Ribeiro e Rogério Lopes
Figurino e adereços: Tereza Bruzzi e grupo
Fotografia e filmagem: Naum Produções
Workshop de caracterização: Mauro Gelmini
Workshop de Performance: Flávio Rabelo
Workshop de teoria teatral: Elisa Belém
Workshop de dança: Margô Assis
Workshop de capoeira: Gercino Alves
Workshop de Jogos teatrais: Fernando Linares

ESPETÁCULO: SHOW DO PIMPÃO – BRAVA COMPANHIA (SÃO PAULO/SP)

Foto: Fernando Solidade

Quando: 25 de Maio às 18H30

Uma intervenção cênica (ou cínica) da Brava Companhia. Numa localidade qualquer da periferia do capitalismo três miseráveis artistas se juntam para tentar arrecadar algum numerário que lhes garanta a refeição do dia.

Em tempos de crise, fazer graça com a própria desgraça foi a única alternativa que lhes restou como forma de sobrevivência. E se o show não lhes rende o suficiente para comer, ao menos o barulho das risadas do público ajuda a abafar o ronco dos seus estômagos vazios, e a tentar esquecer a própria desnutrição. Seria trágico… Se não fosse cômico

Criação: Brava Companhia
Direção e Dramaturgia: Ademir de Almeida
Direção Musical: Joel Carozzi
Atores: Fábio Resende, Max Raimundo, Márcio Rodrigues
Figurinos: Cris Lima, Márcio Rodrigues, Rafaela Carneiro
Cenário: Joel Carozzi, Márcio Rodrigues, Sérgio Carozzi
Design Gráfico: Ademir de Almeida
Fotos: Fábio Hirata, Fernando Solidade
Produção: Kátia Alves

ESPETÁCULO: REVOLUÇÃO – TEATRAL GRUPO DE RISCO (CAMPO GRANDE/MS)
Quando: 26 De Maio às 17h

Um espetáculo de rua com adaptação do texto “A Revolução na América do Sul” (de Augusto Boal). Desenrola a história de um operário que busca melhoria de salário e ao conseguir é despedido de seu emprego. Zequinha Tapioca, também operário, tenta organizar uma revolução e se torna um dos candidatos a presidência da república. No país, é ano eleitoral. Conchavos políticos e midiáticos são travados enquanto José da Silva e sua mulher tentam sobreviver e alimentar 11 crianças. Disputa de poder. Miséria. Ganância. O retrato desastroso de uma pátria combalida e conspurcada. Com irreverência e graça o elenco encena o espetáculo que provoca o riso e a indignação. Revolução, uma peça para rir, refletir e agir.

Direção: Coletiva –Teatral Grupo de Risco
Produção: Coletiva
Elenco: André Tristão, Ewerton Goulart, Fernanda Kunzler e Yago Garcia
Cenário: Márcia Gomes
Adereços: O grupo
Figurinos: O grupo
Arte visual/Fotos: Helton Perez –Vaca Azul
Texto original: Augusto Boal adaptado pelo Teatral Grupo de Risco

ESPETÁCULO: VIKINGS E O REINO SAQUEADO – CIA OS PALHAÇOS DE RUA (LONDRINA/PR)

Foto: Divulgação

Quando: 26 de Maio às 18H

Os palhaços Batata Doce e Turino estão agora imersos na cultura Nórdica, se apresentam como atrapalhados guerreiros Vikings voltando a seu reino após terem realizado grandes viagens e desastrosas batalhas pelo mundo. Ao chegarem a seu reino se deparam com sua rainha destituída e o trono tomado por Duques. O desafio dos Palhaços-Vikings é retirar os Duques do poder e devolve-lo para o povo. Para isso, vão se utilizar de suas ferramentas circenses construindo um espetáculo de circo e teatro de rua junto ao público.

Palhaços-Vikings: Adriano Gouvella e Lucas Turino
Direção: Cia. Os Palhaços de Rua
Dramaturgia: Cia. Os Palhaços de Rua
Figurino e adereços: Alex Lima
Maquiagem: Cia. Os Palhaços de Rua
Cenário: Alex Lima, Caio Blanco e Cia. Os Palhaços de Rua
Sonoplastia: Cia. Os Palhaços de Rua
Arte Gráfica: Dovinho Feitosa
Pintura do caixote e estandarte: Dani Stegman
Costureiras: Inêz Zeidel e Sueli Pezenti
Produção: Adriano Gouvella

OFICINAS

Dia 21/05, Terça-feira

14:00 – 16:00 Oficina de Circo do Rosa dos Ventos – Presidente Prudente/SP

Perna de Pau, malabarismo e acrobacias, bambolê, uma grande brincadeira circense proposta pelos integrantes do grupo Rosa dos Ventos para a diversão dos participantes. O objetivo é promover momentos agradáveis onde as dificílimas habilidades circenses possam ser experimentadas de forma lúdica e descontraída. Equilíbrio, coordenação motora, reflexo, experimentados como uma brincadeira, uma festa! Esta proposta é fruto do trabalho e reflexões do Grupo Rosa dos Ventos sobre experiências com a linguagem circense vivenciadas durante os 20 anos de atividades do grupo.

Dia 22/05 Quarta-feira

14:00 – 16:00 Oficina de Circo do Rosa dos Ventos – Presidente Prudente/SP

Dia 23/05 Quinta-feira

14:00 – 17:00 Oficina de Iniciação Circense da Cia Os Palhaços de Rua – Londrina/PR

A oficina “O Circo na comunidade: apresentação de exercícios técnicos e artísticos para primeiro contato com a linguagem circense” visa apresentar a tradicional arte do circo através de exercícios técnicos e jogos, individuais e coletivos. Concebida para todas as idades, a oficina apresentará alguns fundamentos de números circenses, tais como: acrobacias de solo, malabarismos e esquetes de palhaço; sendo exibidos os princípios de elementos técnicos que compõem o fazer circense. A oficina visa o encontro entre público e artistas na dinâmica de uma experiência que envolve educação e arte.

Dia 24/05 Sexta-feira

14:00 – 17:00 Oficina de Iniciação Circense da Cia Os Palhaços de Rua – Londrina/PR

Dia 25/05 Sábado

14:00 – 16:00 Oficina do Coletivo CLanDesTino – Dourados/MS Vivências CLanDesTinas – Corajos(e)s Uni-vos!!

O Coletivo CLanDesTino ao longo dos anos caracterizou-se por desenvolver oficinas teatrais em que pode compartilhar experiências de seus processos criativos. Na oficina propomos uma vivência na metodologia de trabalho do grupo e das propostas que são trabalhadas ao longo do processo de A coragem que conserva os dentes, exploramos elementos da Estética do Oprimido e da relação entre imagem, som e palavra, técnicas de teatro de rua e teatro dialético sob a temática das relações de violência, exploração, ódio e divisão social explicitadas na atual conjuntura das sociedades contemporâneas.

Público alvo: pessoas interessadas em teatro.

SEMINÁRIOS

Dia 25/05 Sábado

Sede do Teatro Imaginário Maracangalha: Rua Nicolau Fragelli nº86

20:00 Seminário: A.tu.ação de Rua: Poéticas e Política Callejeras.

O Sujeito político na ação política, como se dá a ação e a atuação nos processos de criação e trabalho atorial para cenas de teatro nas ruas e performance com ativismo político na vida da cidade? A partir da vivência e observação tanto no campo artístico, como no campo da pedagogia, através de pesquisas acadêmicas, programas sociais, e oficinas dialogaremos sobre os caminhos possíveis por uma arte que não seja mercadoria.

Mediação: Prof. Dr. Leandro Mendonça Barbosa Graduado em História pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Mestre em História pela Universidade Federal de Goiás. Doutor em História Antiga pela Universidade de Lisboa. Líder do Grupo de Pesquisa Cultura e Poder na Antiguidade e Medievo e integrante do Laboratório de Estudos sobre o Império Romano, da Universidade de São Paulo. Autor do livro De Selvagem a Efeminado: as representações de Dioniso no imaginário ático, e de diversos artigos sobre dionisismo, cortejos, festas na Antiguidade e Mitologia.

COM A PALAVRA:

Prof.ª Dr.ª Dora Andrade –  Bailarina e pesquisadora, doutora em Artes da Cena pela Unicamp. Atualmente é professora do Curso de Licenciatura em Artes Cênicas da UEMS, e integrante do Núcleo Fuga!, grupo de experimentação transdisciplinar que explora contaminações poéticas entre as linguagens do teatro, da dança e da performance, sob a coordenação de Renato Ferracini, do LUME Teatro/ Unicamp.

Atriz/ Educadora popular Fernanda Kunzler – atriz, educadora popular, Pós graduada em “Democracia Participativa, República e Movimentos Sociais”, pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), e, em “Estado, Gestão e Políticas Públicas”, Fundação Perseu Abramo/Santo André/SP/2015-2016. Mestranda em Comunicação – Mídia e Representação Social na linha Linguagens, Processos e Produtos Midiáticos. Desde 2002, atua na área teatral como produtora e atriz no Teatral Grupo de Risco (MS), colaborando com diversos projetos históricos culturais de pesquisa e desenvolvimento da identidade sul-mato-grossense.

Prof. Ms. Igor Schiavo – Cofundador, ator e dramaturgo do Coletivo CLanDesTino (2003), sediado inicialmente em Curitiba e posteriormente em Dourados, Mato Grosso do Sul. É professor no Curso de Artes Cênicas, da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e doutorando em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia – UFBA, sob a orientação do Prof. Dr. Fabio Dal Gallo, com pesquisa na área de teatro de rua.

Prof. Dr. Rogério Lopes – Professor do Teatro Universitário da UFMG. Doutor em Artes Cênicas pela UNICAMP (2011), com estágio de doutoramento de doze meses no ISCTE-Lisboa/Portugal (2009) e graduado em Antropologia pela UFMG (2001). É ator e diretor teatral, tendo dirigido o grupo Peripécias Teatrais de Belo Horizonte por 12 anos, com destaque para a pesquisa realizada com máscaras populares, o teatro de rua e a coordenação de projetos de arte-educação para crianças e adolescentes de vilas e favelas. coordena o Teatro&Cidade – Núcleo de pesquisa cênica do TU desde 2013.

Prof. Dr. Tom Conceição – Intérprete-criador, Encenador e Professor. Doutor em Artes Cênicas pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade Federal da Bahia – UFBA (2016), Mestre em Artes pelo Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP (2011). Possui pesquisas centradas na trajetória e nas práticas do Teatro de Rua no Brasil, nas Manifestações da Cultura Popular Brasileira e nas Estéticas e Poéticas Negrorreferenciadas na Cena Contemporânea.

Dia 26/05 Domingo
20:00 Rendivu – Ziriguidum Telecoteco Balacobaco
Performances, música, e diversão!!!
Discotecagem: Maíra Espíndola
Local: Boteko [Rua Camapuã nº 71 Bairro Amambaí]

Mais notícias