Publicidade

Grupo Teatral de Risco comemora 30 anos de palco com circuito de apresentações

Para comemorar os 30 anos de vida em cima do palco, o Grupo Teatral Risco inicia, a partir de 5 de setembro, um circuito comemorativo com peças para diversos públicos. A programação vai até outubro, no Sesc Cultura, em Campo Grande.

O Grupo Teatral de Risco comemora seu jubileu de pérola levando na bagagem mais de 30 espetáculos entre peças adultos, infanto-juvenis e de bonecos, além de documentários e programas de televisão, tendo como marca temas acerca da identidade cultural sul-mato-grossense.

Confira a programação:

5 de setembro

O espetáculo de rua “Revolução” abre o circuito de apresentações, no dia 5 de setembro, às 20h, no átrio do Sesc Cultura. A peça é uma adaptação do texto “A Revolução na América do Sul” (de Augusto Boal) e desenrola a história de um operário que busca melhoria de salário e ao conseguir é despedido de seu emprego. Zequinha Tapioca, também operário, tenta organizar uma revolução e se torna um dos candidatos à presidência da república. O espetáculo provoca o riso e a indignação, uma peça para rir, refletir e agir.

12 de setembro

“Mito do Mato”, também um espetáculo de rua, que resgata a história do processo de divisão do estado do Mato Grosso, até então, uno. A encenação revela os interesses pela divisão da considerada ‘Terra Mãe’ das minas de ouro e diamantes, e a criação de um novo Estado, o Campo do Mato e seus celeiros de fartura. O texto é inspirado na tragédia grega “Os sete contra Tebas” (de Ésquilo) e de estudos e pesquisas (jornais, depoimentos, literatura e documentários) do Teatral Grupo de Risco, escrito por Virginia Fonseca. A peça será encenada no átrio do Sesc Cultura, às 20h.

26 de setembro

“Guardiões” foi construído coletivamente, por meio de um trabalho de estudos e pesquisas sobre o pantanal sul-mato-grossense, o impacto e consequências da ocupação humana tanto no ecossistema, quanto nas relações sócio culturais.  Apresenta três personagens que vivem simbioticamente nesse “terrunho” e agora tratam de entender e interagir “como de costume” num ambiente em que as tradições estão mudando ou desaparecendo vertiginosamente. A encenação apresenta um pantanal sui generis, provocando questionamentos na plateia. A apresentação será às 20h, no Teatro Prosa do Sesc.

6 de outubro

O espetáculo infantil “A Princesa Engasgada” é uma historinha irônica de uma princesa que se engasga com uma espinha de peixe e o rei determina que seja encontrado um médico para curar sua filha. Uma camponesa cansada apanhar do marido, resolve se vingar e diz ao fidalgo que ele é médico, mas só trata seus pacientes quando apanha. O camponês, sem direito de recusa, é levado ao rei e assim começa seu castigo. A peça é baseada na Comédia Dell’Arte, uma homenagem ao humor do teatro medieval no qual dois atores representam diversos personagens, tudo aos olhos do público que participa ativamente de toda a história. A apresentação será às 15h, no Sesc Cultura.

Grupo Teatral de Risco

O compromisso com questões importantes da sociedade é uma marca do Grupo Teatral de Risco, tendo como consciência que a arte é instrumento de inclusão e de cidadania. Uma orientação que o levou a executar mais de 10 projetos culturais e sociais sobre meio ambiente, prevenção e ,saúde para populações de baixa renda, assentamentos rurais e mulheres em situação de violência, esta última experiência, possibilitou ao grupo a criação do ponto de cultura “Afrodite se”, que funciona na sede do TGR.

Serviço

O Sesc Cultura está localizado na Avenida Afonso Pena, nº 2270 e o Teatro Prosa do Sesc Horto fica na rua Anhanduí, 200.

Mais notícias