Projeto “Music e Food – Música que Alimenta” leva música à Feira Central

A entrada é totalmente gratuita, mas é preciso retirar seu ingresso na administração da Feira Central ou na lanchonete da Praça dos Imigrantes

A tradicional de Campo Grande passará, a partir desta quinta-feira (17), a receber o projeto Music e Food – Música que Alimenta com atrações musicais toda semana até o fim de novembro. Com duas atrações musicais por dia, a ideia é promover uma mistura de sonoridades e estilos musicais.

O projeto é uma parceria entre a Associação da e Turística de Campo Grande (Afecetur), Prefeitura Municipal de Campo Grande e de , por meio de sua Fundação de Cultura. O evento acontece em um formato que prevê o distanciamento social, com mesas dispostas numa distância segura no estacionamento da .

Ao todo serão 50 lugares, sendo que em cada mesa é possível dispor até quatro pessoas. A entrada é totalmente gratuita, mas é preciso retirar seu ingresso na administração da ou na lanchonete da Praça dos Imigrantes. Cada ingresso corresponde a uma mesa.

Para participar do evento é obrigatório o uso de máscara de proteção individual. Na entrada do projeto técnicos estarão aferindo temperatura e irão bloquear a entrada daqueles que apresentarem sintomas da Covid 19, como febre.

Programação

Projeto “Music e Food – Música que Alimenta” leva música à Feira Central

Quem inaugura o palco do Music e Food é Chokito, que anima o público ao som de muito pagode e samba. Depois é a vez das meninas do Sampri que dizem estar muito animadas com o retorno aos shows presenciais. De acordo com Renatinha, violonista e uma das vocalistas do grupo, este retorno aos palcos envolve muita expectativa.

“A expectativa desse show com retorno aberto ao público envolve uma expectativa muito grande das pessoas que estavam com saudade de nos ver no palco, porque uma coisa é ver nas telas ao vivo, mas no palco é outra coisa. O aplauso, o calor do público ao final de cada música, a participação das pessoas ali trocando energia. Será um show com samba e com a apresentação algumas músicas do nosso DVD neste show, canções que já estão conhecidas pelo público”, discorre.

Sobre o projeto

O Music e Food foi pensado para ajudar os comerciantes da que sofreram com a queda nas vendas por conta da pandemia. Com a música ao vivo no local espera-se que a população retorne, com segurança, a ocupar os espaços da cidade.

O Secretário Municipal de Cultura e Turismo, Max Freitas, diz que todos os esforços estão sendo feitos para oferecer um projeto seguro para a população. “As pessoas podem ficar tranquilas pois todas as normas de biossegurança estarão sendo respeitadas. Nossos técnicos estarão a postos para medir a temperatura dos participantes, distribuir álcool em gel e garantir que o distanciamento entre a mesas se cumpra”, pontua ele.

As barracas e boxs da de Campo Grande estarão funcionando normalmente durante o evento. Ao decorrer das edições será possível dispor de mais mesas, a depender do interesse do público.

Serviço

Os ingressos podem ser retirados na Praça dos Imigrantes a partir das 8h até as 17h30 de segunda a quinta-feira. Já na é preciso se encaminhar à administração do local em qualquer dia e horário.

Projeto “Music e Food – Música que Alimenta” leva música à Feira Central
Mais notícias