Cantora Erika Espíndola lança disco autoral em inglês no Blues Bar

Produção foi feita com inspiração nas perdas da vida pessoal da cantora

A cantora campo-grandense Érika Espíndola lança oficialmente nesta segunda-feira (21) o disco autoral UNA, disponível nas plataformas digitais desde o fim de setembro. A produção contém 8 faixas em inglês compostas pela música em conjunto com seu produtor Julio Queiroz.

O destaque da obra se dá por um forte apelo ao blues, rock, folk e soul. Para a artista, o trabalho surgiu de uma necessidade pessoal. “Eu acredito que a melhor forma de você vencer uma insegurança é se expondo a ela, se jogando e fazendo aquilo que mais te assusta,” diz Erika.

Apesar da voz forte e da atitude “rock and roll”, Erik°a não hesita em expor que nunca se sentiu confiante o suficiente para escrever músicas suas. “Mesmo eu sendo formada em jornalismo e tendo a escrita como algo muito natural desde criança, transformar escritos em música sempre foi um bicho de sete cabeças pra mim. Então eu aproveitei essa insegurança que me incomoda muito e juntei com uma fase extremamente conturbada e criativa para exercitar a composição com o Júlio. Parece que deu certo”, ela comemora.

As faixas, escritas em inglês, refletem a irreverência e a dualidade da artista que Erika se tornou com o passar dos anos. Quando interrogada a respeito do motivo de ter escrito as faixas em inglês, ressalta que ali se sente mais a vontade para falar de coisas mais pessoais.

“Sei que hoje com a internet muito fácil traduzir tudo. Mas compor em inglês é uma zona de conforto que ainda prefiro manter. Uma coisa de cada vez, né? Quem sabe o próximo álbum não vem com letras em português também.”

Erika conta que a real inspiração para o disco começou em 2018, ano de muitas mortes em sua vida. O infarto sofrido pelo pai que, felizmente sobreviveu, o fracasso de um projeto pessoal grandioso e com seu produtor musical na iminência de mudar do País foram combustíveis para a criação de um álbum que fala de revolta, dúvida, medo, espiritualidade, renascimento, fé (e falta dela).

A canção “Guy With A Halo” está presente no álbum e foi uma das ‘culpadas’ pela sua existência. “Quando finalizamos a música acabei enviando esse material para alguns blogs especializados do mundo todo. Para minha felicidade, o BuzzMusic, de Los Angeles, gostou do som e publicou um artigo recheado de elogios. Aquilo sem dúvida foi o empurrão necessário para que eu expandisse a criatividade e tomasse coragem para ‘parir’ um disco solo’, ela explica.

Apesar da ansiedade e do nervosismo, Erika Espíndola afirma que tudo que ela almejava com esse álbum foi conquistado: superação de vários medos e monstros internos, além de ter muito orgulho do trabalho feito. “Enquanto eu ia pensando no disco eu só me focava em fazer algo que eu quisesse ficar ouvindo o dia todo, sabe? Algo que conversasse comigo de forma semelhante a como Norah Jones conversa comigo, Alabama Shakes, Amy Winehouse, The Black Keys… Era minha única exigência comigo mesma. Acho que aconteceu e estou muito feliz com o resultado,” finalizou.

O UNA contou com o apoio da empresa ENGEPAR – Engenharia e Participações. Carlos Clementino, sócio-proprietário da empresa diz que “é necessário apoiar os artistas locais. Assim, temos condições de conhecer o trabalho monumental de uma artista como a Erika Espíndola que precisa, sim, ser conhecido e apreciado. Desejo muita sorte e sucesso a ela, porque talento tem de sobra”, finalizou o empresário.

Serviço

Show de Lançamento do álbum UMA, de Erika Espíndola
Quando: 21 de outubro de 2019, às 20h
Local: Blues Bar (Rua XV de Novembro, Campo Grande – MS
Entrada: R$ 10

FICHA TÉCNICA UNA
Músicos:
– Erika Espíndola: vozes
– Júlio Queiroz: guitarra | baixo | bateria | teclado | vozes
– Zé Fiuza: bateria
– Yuirê Campos: contrabaixo
– Produção musical: Júlio Queiroz

Arte gráfica:
– Maíra Espíndola: design e diagramação
– Tetê Iriê: direção artística

Apoio:
– ENEGEPAR – Engenharia e Participações

Mais notícias