MidiaMAIS / Famosos

Lumena faz consideração sobre BBB: ‘Minha jornada foi um pouco desastrosa’

liminada nesta terça-feira (2), a psicóloga Lumena Aleluia, de 29 anos, é um dos grandes destaques do BBB 21, positiva ou negativamente

Carlos Yukio Publicado em 04/03/2021, às 09h22

None
BBB 21: Eliminada, Lumena diz receber ameaças de morte

Eliminada nesta terça-feira (2), a psicóloga Lumena Aleluia, de 29 anos, é um dos grandes destaques do BBB 21. Não há quem assista ao reality show sem ter uma opinião formada sobre ela, seja positiva ou negativa. Com personalidade forte, Lumena entrou no jogo com uma vantagem: ganhou uma imunidade em votação popular antes mesmo de o programa começar. No entanto, as alianças que fez e seu comportamento muitas vezes intolerante com alguns colegas de confinamento fez o jogo virar contra ela.

Em entrevista ao site Meia Hora, Lumena revisita suas atitudes no programa, acredita que caiu em algumas “ciladas” e classifica sua jornada como “desastrosa”. “O sentimento é de que eu caí em algumas ciladas emocionais que eu nunca imaginei que pudesse cair. Eu só comecei a retomar meu propósito principal, que era o de levar a minha jornada com leveza, alegria, entrega e pesar muito menos as questões identitárias, quando eu fui para o paredão. Só que os encontros e os gatilhos com algumas pessoas lá foram muito profundos”, começou.

“Eu não sou uma pessoa rasa, não consigo lidar com nada na minha vida de maneira superficial. Eu tentei estudar possibilidades de questões que poderiam surgir, mas jamais imaginei que pudessem ser tão profundas com pessoas também muito profundas. Por isso eu acho que foi uma jornada um pouco desastrosa. E o meu foco de ser uma mulher competidora, alegre e que gosta de desafios acabou ficando em segundo plano, assim como minha subjetividade, baianidade e ‘gastação de onda’. Isso acabou me afastando do meu propósito real. Me atrapalhei toda no rolê”, diz aos risos.

A eliminação no primeiro paredão em que caiu não foi uma surpresa. “A saída da Karol e do Nego Di, que eram pessoas com quem eu tinha uma relação, me indicaram que, em algum momento, essa bomba poderia cair no meu colo. Eu não me calei em horas que eu poderia ter calado e me posicionei de maneiras que eu não curto me posicionar mais. Eu deixei parte da minha dinâmica de vida, que é tratar de questões que são duras para mim de forma leve, e liguei o modo ‘dedo na cara'”, analisa a psicóloga, que lamenta ter ficado marcada por suas “feridas” e não por seu lado “lúdico”.

“Eu fui mostrar a minha criança no reality, a Lumena ‘gastação’. Só que junto com ela vieram as feridas. Eu fico muito triste por ter reverberado muito mais as minhas feridas do que o meu lado lúdico”.

O discurso de eliminação de Tiago Leifert, que fez uma analogia com a dança, mexeu muito com a psicóloga. “A minha eliminação, a analogia que ele fez com a dança, foi muito emblemática porque é o meu instrumento de comunicação mais visceral, mais sincero. Eu fui com um propósito de dançar de um jeito e dancei de outro. Até o meu jeito de expressar questões vem junto com o corpo, com a voz. É tudo muito grandão, literalmente (risos). Esse discurso me pegou nesse sentindo: poxa, eu poderia ter dançado de uma forma mais leve no jogo em si”, reflete.

Jornal Midiamax